Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Os dez momentos históricos de 2004: N.10

Os dez momentos históricos de 2004: N.10

Os dez momentos históricos de 2004: N.10

Valentino Rossi tornou-se o primeiro piloto a vencer o Campeonato do Mundo de MotoGP com a Yamaha, desde que Wayne Rainey o havia conseguido em 1992, na penúltima ronda da temporada disputada em Phillip Island. Rossi completou um impressionante primeiro ano com a marca japonesa depois de no início do ano ter trocado a rival Honda pela Yamaha e ter vencido a primeira corrida do ano numa luta em pista travada com Sete Gibernau – que viria a ser o seu mais directo opositor na conquista do título – que durou até à última curva.

Rossi tornou-se o segundo piloto na história a vencer o campeonato com diferentes construtores em temporadas consecutivas, depois de Eddie Lawson. Além disso bateu o recorde conjunto de Lawson e Rainey ao obter sete vitórias numa só época com a Yamaha.

"Este dia é fantástico para nós. Não o esperávamos", disse Rossi depois da corrida, que acrescentou o título a outros três em MotoGP, bem como a um em 125cc e outro em 250cc.

"Foi uma dura batalha. O Sete estava muito rápido hoje, mas no final fui eu quem venceu. Desde o início trabalhámos para colocar a M1 no topo e conseguimo-lo hoje. Quero agradecer a todos na Yamaha por todo o seu trabalho."

A alegria de Rossi apenas surgiu no final de uma árdua batalha em pista, depois de Loris Capirossi ter assumido a dianteira da prova. Ainda na primeira volta, uma manobra arrojada de Sete dar-lhe-ia a liderança. Entretanto, Rossi era ultrapassado por Troy Bayliss em terceiro e teve de se esforçar por recuperar o terreno perdido para o par da Ducati. Acabou por os conseguir ultrapassar numa impressionante manobra ainda na primeira volta. Gibernau tentava fugir na frente e Rossi mantinha o segundo lugar que lhe daria o título. Gibernau precisava de um terceiro piloto que se intrometesse entre ambos.

Alex Barros ainda foi hipótese ao aumentar o ritmo na tentativa de ir buscar o par da frente, depois de passar Capirossi em terceiro e na medida em que Bayliss perdia terreno. Contudo o brasileiro teve problemas de aderência na segunda metade da corrida e não conseguiu manter o ritmo, acabando por cair para quinto, atrás de Capirossi e de Colin Edwards.

Gibernau não tinha outra hipótese senão forçar Rossi a cometer um erro. Concedeu a liderança a Rossi na 19ª volta, sem nunca perder a roda do italiano. A cinco voltas do final acabaria por recuperar a liderança. O espanhol ficaria nessa posição até à última volta, mas Rossi estava determinado a festejar a conquista do título em grande estilo. O italiano recuperou a liderança da prova a duas curvas do final e arrecadou a vitória por 0.097 segundos.

Os factos sobre a histórica vitória de Rossi em Phillip Island:

> Foi o centésimo pódio de Rossi em 139 GPs nas três classes de corridas de Grandes Prémios. Apenas cinco pilotos nos 56 anos de história de Grandes Prémios conseguiram subir ao pódio mais vezes do que Valentino Rossi.

> A vitória de Rossi foi a oitava do ano – o maior número de vitória alguma vez alcançado por um piloto da Yamaha num único ano (acabaria por conseguir a nona na última corrida disputada em Valência).

> Rossi tornou-se o sétimo piloto a conseguir a marca de quatro Campeonatos do Mundo na classe rainha. Giacomo Agostini é quem mais títulos possui com oito, seguido de Mick Doohan com cinco, e de Geoff Duke, Mike Hailwood, Eddie Lawson e John Surtees com quatro.

Reviva os emoções do Grande Prémio Cinzano da Austrália, clicando nos links que se encontram no topo da página.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›