Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Montiron: "O Makoto vai mostrar a sua força"

Montiron: 'O Makoto vai mostrar a sua força'

Montiron: "O Makoto vai mostrar a sua força"

O Campeonato do Mundo de MotoGP de 2005 vai assistir à estreia de nova equipa, a Konica Minolta Honda. Liderada pelo Director Desportivo Luca Montiron e com Makoto Tamada aos comandos, esta recém criada formação pode ser uma séria ameaça ao detentor da coroa, Valentino Rossi.

Montiron explicou ao motogp.com que esta nova equipa é basicamente a mesma que dirigiu no ano passado com as cores da Camel Honda. "Temos o mesmo pessoal que na temporada passada. Todos os que já trabalharam comigo no ano passado. O Director Técnico é o Giulio Bernardelle e o Chefe de Mecânicos é o Yutaka Hirano".

Para Tamada a principal diferença é a mudança para borrachas Michelin. Nos dois últimos anos o piloto japonês desempenhou papel preponderante no desenvolvimento dos Bridgestone e deu-lhes a primeira pole position e vitória. Contudo, para Montiron, mudar para a Michelin foi crucial para permitir que o Tamada conseguisse mais consistência.

"Fiz a melhor escolha do ponto de vista político. Se continuássemos com os Bridgestone iam considerar-nos uma "equipa simples" e dariam mais importância às formações de fábrica como a Kawasaki, Suzuki e Ducati", disse Montiron. "Nunca poderia aceitar este tipo de situação para a minha estrutura. Estamos aqui para vencer, não para aumentar os números".

"Depois de dois anos decidi por um fim à colaboração com a Bridgestone. Começámos com eles do zero e levámo-los ao topo por duas vezes. Agora queremos um desafio novo, e quero que o Makoto tenha as mesmas condições que os principais candidatos ao título. A nossa experiência também pode ser muito útil para a Michelin".

A relação do Makoto Tamada com a Honda vem de longe, já que foi com a marca nipónica que começou a carreira profissional há uma década aos comandos da NSR250, antes de passar para o MotoGP em 2003.

"O Makoto vai receber o mesmo tratamento que outros pilotos satélite da Honda. Depois de algumas corridas, se ele andar na frente, podemos talvez receber mais apoio da HRC. Creio que será o mesmo para todos os pilotos Honda. Além disso, o Makoto deve também ser o piloto de testes da HRC."

Com os testes de Inverno a começarem dentro de semanas em Sepang, a Konica Minolta Honda Team vai ter muito trabalho pela frente com a mudança de pneus a significar o início do zero em termos de afinações. Mesmo assim, Montiron está confiante, já que Tamada já igualou o ritmo dos pilotos Michelin regulares nos primeiros testes com as borrachas francesas durante as sessões de trabalho de Novembro levadas a cabo em Valência e Jerez.

"O tempo por volta dele é a melhor forma de descrever o que sente em relação aos Michelin. Ele foi muito rápido desde o início", continuou o italiano.

Na temporada passada Makoto Tamada reclamou três poles e duas vitórias. Montiron acredita que, após duas temporadas na categoria rainha, o japonês poderá surgir como um sério candidato ao título este ano.

"Para bater o Valentino Rossi é necessário uma mente muito forte e o Makoto já mostrou ter o que é preciso… lembram-se da corrida de Mugello no ano passado? O Makoto vai mostrar a sua força e estou certo que temos o potencial para lutar pela vitória. Criámos uma estrutura dedicada com um piloto apenas porque acreditamos fortemente nas nossas capacidades técnicas e com parceiros como a Honda, Konica Minolta e Michelin temos um pacote vencedor".

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›