Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Suzuki deixou Sepang satisfeita

Suzuki deixou Sepang satisfeita

Suzuki deixou Sepang satisfeita

O Team Suzuki de MotoGP deixou o circuito de Sepang após quatro dias de testes registando alguns progressos positivos na evolução da GSV-R, com o nome de código XRE2.3.

Sob o olhar atento do novo director de equipa, Paul Denning, Kenny Roberts e John Hopkins avaliaram motores e o desenvolvimento de chassis na nova moto e ficaram ambos impressionados com as melhorias ao nível da potência e maneabilidade.

Os parceiros técnicos, como a Bridgestone e Motul, estiveram presentes durante estes testes, fornecendo pneus e óleo para os testes da equipa. Denning afirma ainda que se está a consolidar um laço estreito entre todos os membros da equipa.

"Afinal de contas, é muito encorajador ter conseguido realizar o primeiro teste", disse Denning. "A Suzuki fez um óptimo trabalho com o motor durante o Inverno e a assistência, este fim-de-semana, por parte da Bridgestone, Motul e todos os outros parceiros técnicos foi fantástica.

"Os sinais dizem-nos que estamos no caminho certo e estamos a trabalhar muito para fazer da GSV-R o melhor que possa ser. Gostaria de agradecer os engenheiros da fábrica, aos quatro pilotos, incluindo o Nobu e o Akiyoshi-San e a toda a equipa em geral pelo seu trabalho e excelente atitude deste crucial primeiro teste."

Roberts, que venceu o Campeonato do Mundo de 500cc em 2000, mostrava-se igualmente encorajado pelo teste e afirma que a moto é um significativo avanço em relação ao modelo de 2004 com que obteve o 18º lugar no campeonato.

"Foi fantástico poder estar de volta à GSV-R outra vez, mas para ser completamente honesto, desta vez a moto tem um potencial completamente diferente", disse o americano. "Nota-se que foram feitas algumas alterações e acredito que estamos a podermos ser uma equipa com quem se conta para as vitórias esta temporada.

"É claro que ainda há muito por fazer e todos o sabemos. Mas para mim este é o melhor início de temporada que tenho em anos."

Para Hopkins, o teste foi tanto uma forma de testar a sua forma física como a performance da moto. Depois de ser submetido a uma cirurgia à perna durante o Inverno. O piloto diz-se satisfeito com o resultado em ambos os aspectos.

"Foi um bom exercício para a equipa e para mim. Foi bom começar a trabalhar com todos estes tipos outra vez", disse o jovem. "Estou realmente entusiasmado com as alterações efectuadas na GSV-R. O pulo em termos de performance desde o ano passado é o maior que já vi desde que sou piloto da Suzuki, pelo que estou ansioso pelo próximo teste.

"O meu corpo ainda não está perfeito neste momento e a GSV-R necessita de melhorar ainda mais, mas penso que poderemos estar entre o pelotão na frente em 2005."

O Team Suzuki de MotoGP regressa a Sepang para realizar mais testes a 9 de Fevereiro, a segunda sessão de testes do seu apertado programa de pré-temporada, antes do início do campeonato do Mundo de MotoGP que acontece em Jerez a 10 de Abril.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›