Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden desejoso por GP caseiro

Hayden desejoso por GP caseiro

Hayden desejoso por GP caseiro

Nicky Hayden ruma à Malásia para mais uma sessão de testes de pré época da HRC a realizar esta semana em Sepang e que serve de preparação para aquela que pode ser a mais importante temporada da sua vida. Ainda sem vitórias no Campeonato do Mundo de MotoGP, Hayden espera que 2005 seja um ano de consolidação e gostaria de beber o champanhe do triunfo em Laguna Seca, no seu Grande Prémio.

Será a primeira vez que um Grande Prémio se realiza no circuito californiano em dez anos e, falando a partir de casa no Kentucky, Hayden explica a importância da corrida e o que sente em relação a um circuito que conhece bem dos tempos do Campeonato AMA de Superbikes.

Pergunta: Nick, qual o significado que tem para ti voltar a correr na América?

Resposta: Estou muito excitado por voltar. Vai ser uma grande honra correr num GP no meu país. Penso que o fãs norte-americanos estão ansiosos por um GP.

P: O que achas da decisão de trazer o GP dos E.U.A. à Mazda Raceway de Laguna Seca?

R: Adoro o traçado. Está muito bem localizado para os fãs e já me dei bem aqui no passado. Para quem quer trazer muitas pessoas de todo o mundo para uma corrida na América não podiam ter escolhido melhor pista. Sei que se tem trabalhado muito para levar o circuito ao encontro das exigências do MotoGP e espero que todo o esforço da Dorna, responsáveis da pista e demais envolvidos traga frutos.

P: Quão forte é o apoio a uma jornada regular de MotoGP nos E.U.A.?

R: As pessoas estão muito satisfeitas. Creio que vai ser um fim-de-semana tremendo. Quando estive na Malásia parecia que todo o paddock estava excitado com o regresso à América. Vamos a muitos países que não causam tanto interesse como a América. Há grande história de corridas aqui e muita mística à volta de Laguna Seca. Este país produziu muitos grandes pilotos no passado. São muitos os pilotos e mecânicos que me abordam para falar de Laguna Seca. Creio que muita gente está a planear ficar mais tempo para ver o que há volta de Laguna Seca.

P: Achas que a América será capaz de igualar outros países que recebem o MotoGP em termos de interesse dos fãs e comunicação social?

R: Penso que sim. Ouvi dizer que as vendas de bilhetes já estão em grande. As pessoas vêem algumas das nossas corridas nacionais na TV e pensam que não há muitos fãs de motociclismo. Sei que a TV por vezes não faz justiça e disse a várias pilotos e membros de equipas do MotoGP que algumas das provas da AMA são muito grandes. Estou certo que quando virem a multidão que vai estar em Laguna Seca ficarão com a certeza de que os americanos gostam tanto de MotoGP como em qualquer outro país onde corremos. Creio que os fãs norte-americanos também gostarão muito de ver as máquinas de MotoGP de perto e pela primeira vez. A velocidade, travagem e som fazem destas motos um grande espectáculo para se ver.

P: O que pensas da ideia de combinar MotoGP com uma jornada do Campeonato AMA de Superbikes?

R: Penso que será bom para os pilotos de GP ver ao vivo quão forte são as corridas da AMA. Sei que as vêem na TV, mas penso que vão ficar surpreendidos com os talentos que este país tem. E para os fãs é óptimo. Vão dar por bem gasto o dinheiro com todas as categorias da AMA em pista também.

P: Achas que os pilotos norte-americanos vão ter alguma vantagem em Laguna Seca, isto porque já correram e testaram lá?

R: Para ser franco, o nível dos pilotos de MotoGP vai permitir-lhes aprender a pista depressa. Mas se chover antes do dia de corrida talvez tenhamos alguma vantagem. Laguna Seca não é um circuito fácil de conhecer e um pouco mais de conhecimento do traçado pode fazer a diferença.

P: Tens alguma ideia de qual pode ser a diferença de tempos entre as motos de GP e as Superbikes da AMA?

R: Não tenho ideia. Não muita, creio. Como é sabido, Laguna Seca não tem grandes rectas onde a potência possa fazer diferença. Mas por alto, acho que se pode falar em segundo e meio a dois segundos.

P: Quando soubeste que Laguna Seca ia fazer parte do calendário pensaste que podia ser um bom local para a tua primeira vitória?

R: Para ser honesto, qualquer sítio seria bom para o primeiro triunfo (risos). Vai haver grande emoção para todos os pilotos de MotoGP que estiverem a correr em casa. Vou ter de me concentrar e fazer o meu trabalho.

Tags:
MotoGP, 2005, Nicky Hayden

Outras actualizações que o podem interessar ›