Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gibernau lidera aramada da Honda 2005 em Sepang

Gibernau lidera aramada da Honda 2005 em Sepang

Gibernau lidera aramada da Honda 2005 em Sepang

A Honda fez rodar pela primeira vez a versão 2005 das suas RC211V em Sepang na sexta-feira e teve sucesso imediato, com Sete Gibernau a estabelecer o melhor tempo na sessão de testes de MotoGP e ainda antes de contar com a companhia dos colegas de fábrica Alex Barros e Makoto Tamada.

Enquanto Loris Capirossi e a Ducati estabeleceram o ritmo no circuito malaio há poucas semanas numa sessão de três dias de testes, os italianos foram agora batidos por potente resposta da HRC no primeiro teste de pré época da marca nipónica com sete pilotos.

"Estou satisfeito com o resultado de hoje", comentou Gibernau, que completou 64 voltas. "Trabalhámos no chassis, forquilhas, suspensões frontais e traseiras e também fizemos alguns testes de pneus a pedido da Michelin por causa das altas temperaturas aqui na Malásia".

"Testámos muitas coisas e o mais encorajador para mim é o facto da equipa, Honda e Michelin estarem todos a trabalhar na mesma direcção. Sabemos onde temos de melhorar: hoje focámo-nos em aspectos específicos do chassis e pneus e creio que amanhã vamos trabalhar na electrónica".

Capirossi ainda rodou dentro do ritmo ao garantir o quarto melhor tempo num dia bastante quente, com a temperatura ambiente nos 38º e pista escorregadia a tornarem o trabalho mais difícil para os técnicos de pneus e pilotos. O italiano admitiu estar também um pouco doente, enquanto o compatriota Valentino Rossi terminou o teste mais cedo depois de se queixar de febre, conseguindo, ainda assim, o quinto melhor crono.

O companheiro de Rossi, Ruben Xaus, também terminou o trabalho mais cedo que o previsto depois de se sentir algo desconfortável com queimaduras e bolhas contraídas aos comandos da M1 na última sessão de testes em Sepang. O espanhol espera regressar à acção no sábado, enquanto os engenheiros da Yamaha trabalham num novo banco para o piloto.

Menos agradável foi um pequeno incidente sofrido pela Honda no pit lane, quando, a meio do desenvolvimento da RC211V, Nicky Hayden e Max Biaggi acabaram por baterem um no outro! Ambos os pilotos saíram ilesos, mas as motos sofreram pequenas reparações.

Na Kawasaki apenas Shinya Nakano e um piloto de testes japonês estiveram hoje em pista completando uma série de voltas com a máquina de fábrica de 2005.

Tempos oficiosos:

1. Sete Gibernau – Telefonica Movistar Honda : 2'01.76 (64 voltas)
2. Alex Barros – Camel Honda : 2'02.08 (68)
3. Makoto Tamada – Konica Minolta Honda : 2'02.41
4. Loris Capirossi – Ducati Marlboro : 2'02.47 (54)
5. Valentino Rossi – Gauloises Yamaha : 2'02.53 (58)
6. Carlos Checa – Ducati Marlboro : 2'02.56 (58)
7. Max Biaggi – Repsol Honda : 2'02.60 (41)
8. Nicky Hayden – Repsol Honda : 2'02.67 (87)
9. Marco Melandri – Telefonica Movistar Honda : 2'02.69 (75)
10. Colin Edwards – Gauloises Yamaha : 2'02.98 (63)
11. Toni Elias – Fortuna Yamaha : 2'03.90 (60)
12. Rubén Xaus - Fortuna Yamaha : 2'04.08
13. Shinichi Itoh – Ducati-Bridgestone TTT : 2'04.30 (58)
14. Troy Bayliss – Camel Honda : 2'04.45 (59).

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›