Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos da Yamaha "nas calmas"

Pilotos da Yamaha 'nas calmas'

Pilotos da Yamaha "nas calmas"

O director da Gauloises Yamaha Team, Davide Brivio, disse, no final do primeiro dia de testes de MotoGP em Sepang dominado pela Honda, que os seus pilotos estavam a "andar nas calmas". Valentino Rossi regressou cedo ao hotel depois de se queixar de febre e o seu colega de equipa Colin Edwards apenas conseguiu o nono melhor tempo. Ainda assim Brivio não se mostrava insatisfeito.

"O primeiro dia correu relativamente bem para toda a equipa", insistiu. "Fizemos um bom trabalho com os pneus e estamos agora a afinar as motos. Continuaremos a fazê-lo nos próximos dois dias. Hoje fizemos as coisas nas clamas, já ainda temos muito tempo pela frente!"

Rossi, que foi o quinto mais rápido nas 58 voltas que realizou não obstante a febre que sentia explicou: "Senti febre e não estava bem. À medida que o dia avançava sentia-me cada vez mais fraco e com dificuldades de concentração. Pensei que seria bom parar um pouco mais cedo, na medida que já havíamos feito todo o trabalho que tínhamos planeado.

"Hoje, trabalhámos muito os pneus e o motor. Tínhamos algumas coisas a rever desde o último teste e conseguimo-lo. Hoje vou cedo para a cama e espero sentir-me melhor amanhã!"

Edwards, que completou 63 voltas, admitiu ter sofrido alguns problemas técnicos hoje mas espera que a sua equipa descubra o caminho a seguir.

"Tivemos algumas dificuldades hoje no início da sessão. Por alguma razão a moto não estava igual à última vez, mas assim que nos sentámos e discutimos os problemas, tudo melhorou", disse.

"Trabalhamos muito os pneus e não mexemos muito na afinação durante a manhã. À tarde, brincámos um pouco com a afinação traseiro e dianteira e conseguimos algumas melhorias. Senti ainda mais calor do que da última vez, mas estou satisfeito porque consegui fazer bons tempos por volta nas horas de maior calor."

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›