Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Davies ataca rivais de fábrica

Davies ataca rivais de fábrica

Davies ataca rivais de fábrica

Chaz Davies fez soar o alarme junto dos rivais do Campeonato do Mundo de 250cc ao apresentar impressionante tempo no segundo, e último, dia de testes privados em Valência na passada semana.

Davies falhou o primeiro dia de testes devido a doença, mas regressou à pista na quinta-feira à tarde para embaraçar alguns pilotos de fábrica ao rodar a um décimo de segundo do tempo da pole com a sua Aprilia privada e concluindo o dia com o quinto melhor crono.

`Tive uma ligeira intoxicação alimentar dias antes do teste, por isso não rodei no primeiro dia, mas na quinta-feira já me sentia bem melhor e assim que montei a moto tudo me pareceu em ordem´, explicou Davies, que deixou pilotos como Andrea Dovizioso, Hector Barberá, Alex de Angelis e Simone Corsi atrás de si ao efectuar o tempo de 1m36,7s.

`Para ser franco, esperava entrar no segundo 37, mas este tempo foi inesperado. Lembro-me de pilotar mesmo no limite no Grande Prémio, em Outubro, e de apenas conseguir 1m39,2s, por isso, rodar segundo e meio mais rápido ser ter de dar o máximo é muito bom´.

Davies, que celebrou o 18º aniversário durante o segundo dia de testes, revelou que a velocidade extra se deveu ao novo chassis, um melhoramento de um modelo de 1998 para um versão de 2003.

`O novo chassis é claramente a grande diferença na moto. Muito mis estável em curva e isso significa que não tenho de trabalhar tanto para curvar. Por exemplo, a saída do gancho em Valência foi sempre grande problema, mas na semana passada parecia muito mais fácil´.

`É claro que o motor, comparado com motos oficiais, ainda é fraco, mas olhando para a época passada fizemos melhorias em todas as áreas e estou muito contente por isso. Em Jerez também fomos um segundo mais rápidos, pelo que estou confiante na transferência destes melhoramentos para outros circuitos´.

`Vai ser uma temporada difícil com tantos pilotos de fábrica, mas o teste deu-me a tranquilidade de saber que vou poder andar entre eles e isso dá-me motivação extra antes do arranque da temporada´.

`O melhor de tudo isto é o facto de não nos termos matado a pensar em soluções que funcionassem. Correu tudo de forma natural até agora e no final da sessão estava a fazer uma volta ainda mais rápida, mas fui travado pelo Hector Barberá".

`O objectivo este ano é ser o melhor privado e no teste o Sylvain Guintoli foi o meu mais directo rival nesse aspecto, a cerca de 1,2 segundos. Sei que ainda é muito cedo e muito pode acontecer quando a temporada começar, mas estou satisfeito com os progressos feitos até agora´.

Davies regressou a casa, em Inglaterra, na sexta-feira, mas resistiu à tentação de uma festa de anos inglesa convencional. `O meu pai disse que era tradição da família beber uma cerveja quando fazemos 18 anos, mas não gostei muito da ideia´, riu-se.

`Tenho treinado muito com o Shakey Byrne ultimamente, por isso creio que vou treinar um pouco e depois talvez faça um jogo de paint-boll com amigos no próximo fim-de-semana´.

Tags:
250cc, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›