Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gibernau continua domínio da Honda na Austrália

Gibernau continua domínio da Honda na Austrália

Gibernau continua domínio da Honda na Austrália

Sete Gibernau e Nicky Hayden continuam o domínio da Honda neste início de pré-temporada de 2005, ao realizarem os melhores tempos, no primeiro de três dias de testes em Phillip Island, esta quinta-feira. O tempo de Gibernau de 1m30,29s foi apenas dois décimos de segundo mais rápido do que o seu colega de equipa, Hayden. Valentino Rossi, que venceu o Campeonato do Mundo de 2004 neste mesmo circuito há quatro meses atrás, ficou logo atrás.

Depois do calor sufocante e humidade de Sepang na passada semana, Phillip Island é agora palco para uma lufada de ar fresco para diversas equipas de MotoGP, com temperaturas ambientes a rondarem os 20ºC e 35ºC na pista.

Isso deu a Gibernau a oportunidade de confirmar o potencial inicial demonstrado pela RC211V na Malásia, sendo que o piloto espanhol se mostrou entusiasmado com os progressos da equipa. "Hoje o objectivo era confirmar os bons resultados conseguidos em Sepang e estou satisfeito que o tenhamos conseguido", disse Gibernau, que completou uma maratona de 101 voltas.

"Tudo correu bem. Andei bem na casa do minuto trinta logo após as primeiras voltas. Trabalhámos ao nível do chassis e testámos uma variedade de pneus dianteiros e traseiros. Concentrei-me em encontrar um bom ritmo, com boas voltas e fiz alguns conjuntos de voltas. Amanhã talvez tenhamos algo de novo para testar, embora pense que o nosso próximo grande passo se dê nos testes IRTA em Barcelona."

Marco Melandri, colega de equipa de Gibernau na Telefonica Movistar Honda foi um dos pilotos a sofrer um acidente hoje. Por seu lado o seu substituto na Fortuna Yamaha, Rubenm Xaus, também caiu neste seu regresso à acção depois de estar ausente de grande parte das sessões de testes de Sepang, devido a lesão.

Xaus e Melandri escaparam ilesos. O mesmo não sucedeu a Makoto Tamada. O piloto japonês foi transportado para um hospital local depois de sofrer uma queda aparatosa magoando a sua mão e pé esquerdo. Ainda assim, exames preliminares não revelaram danos de maior. No entanto, o piloto não deverá participar, pelo menos, nos testes de amanhã.

Mesmo que Tamada, que estabeleceu o melhor tempo nos testes de Sepang na passada semana, recupere a tempo de participar amanhã, o director técnico da equipa Konica Minolta Honda, Giulio Bernardelle, afirma que a sua moto não deverá estar reparada a tempo.

"A moto sofreu muitos danos e não nos será possível consertar durante este teste", disse Bernardelle. "Por isso, se o Tamada se sentir melhor, apenas poderemos prosseguir o programa de desenvolvimento com uma moto."

Carlos Checa também sofreu um acidente, ainda que sem consequências de maior. O piloto continua a sua adaptação à Ducati Desmosedici GP5 e aos pneus da Bridgestone, registando uma série de voltas com tempos de realce. O colega de equipa do espanhol na equipa Duacti Marlboro, Loris Capirossi regressou à pista totalmente recuperado de um surto de febre contraído na Malásia.

Tempos oficisos:

1. Sete Gibernau - Telefonica Movistar Honda – 1'30.29
2. Nicky Hayden - Repsol Honda – 1'30.530
3. Valentino Rossi - Gauloises Yamaha – 1'30.55
4. Alex Barros - Camel Honda – 1'30.61
5. Max Biaggi - Repsol Honda – 1'30.652
6. Carlos Checa - Ducati Marlboro – 1'30.69
7. Loris Capirossi - Ducati Marlboro – 1'30.81
8. Colin Edwards - Gauloises Yamaha – 1'31.15
9. Marco Melandri - Telefonica Movistar Honda – 1'31.32
10. John Hopkins - Team Suzuki MotoGP – 1'31.32
11. Makoto Tamada - Konica Minolta Honda – 1'31.42
12. Kenny Roberts - Team Suzuki MotoGP - 131.61
13. Troy Bayliss - Camel Honda – 1'31.80
14. Ruben Xaus - Fortuna Yamaha – 1'32.27
15. Toni Elias - Fortuna Yamaha – 1'33.54

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›