Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi controla ultimo dia de testes na Austrália

Rossi controla ultimo dia de testes na Austrália

Rossi controla ultimo dia de testes na Austrália

Valentino Rossi tirou o máximo partido da ausência de Sete Gibernau para estabelecer o melhor tempo dos três dias de testes de MotoGP em Phillip Island no sábado.

Com o tempo mais fresco que nos dois primeiros dias, incluindo mesmo um breve chuvisco à hora do almoço, Rossi registou o melhor tempo em 1m29,68s, mais rápido que o seu melhor tempo no traçado estabelecido com a Honda RC211V em 1m30,068s durante o Grande Prémio de 2003.

"Esta manhã testámos afinações diferentes das de ontem e resultaram melhor", disse Rossi. "Encontrámos mais agilidade na moto. Depois continuámos a testar para a Michelin, o que foi bom. O teste foi muito positivo e coligimos importantes informações nas quais vamos continuar a trabalhar quando aqui regressarmos em breve".

Nicky Hayden também aumentou o ritmo, sendo mais um dos pilotos a rodar abaixo do segundo 30, terminando o teste com o segundo melhor tempo, enquanto Carlos Checa Max Biaggi rodaram de forma consistente e obtiveram resultado idêntico no cronómetro.

Makoto Tamada não rodou hoje, regressando ao Japão para tratar as lesões do pé e mão esquerdos contraídos num acidente no primeiro dia de testes. Mesmo assim, o piloto nipónico deve regressar à acção com a HRC nos próximos testes no Circuito Internacional de Losail, no Qatar a partir de 1 de Março.

A Ducati Marlboro concluiu o programa de testes em Phillip Island dedicando toda a sessão de sábado à análise de pneus traseiros, com Carlos Checa e Loris Capirossi a manterem praticamente a mesma afinação durante todo o dia enquanto utilizavam uma série de pneus novos e usados da Bridgestone.

Checa estava particularmente bem disposto depois de ter encontrado a afinação ideal para o circuito ontem e encontrando um pneu melhorado hoje que lhe permitiu rodar em 1m29,86s. Capirossi também teve tempo para trabalhar na afinação da suspensão e mapeamento do motor enquanto procurava melhorar o comportamento da sua Desmosedici GP5, terminando a sessão com o tempo de 1m30,18s depois de 59 voltas.

O Team Suzuki também apresentou resultados positivos depois de três dias de testes. John Hopkins ficou com o oitavo melhor tempo (1m30,85s), mais de um segundo mais rápido que o seu tempo de qualificação neste circuito no ano passado.

Alex Barros, da Camel Honda, e Ramon Forcada, o seu Chefe de Mecânicos, admitiram que o teste ao garfo frontal especialmente desenhado para as curvas rápidas deste circuito não correu de feição, mas do outro lado da box as noticias eram mais positivas para Troy Bayliss que apresentou progresso graduais com a afinação da sua RC211V depois de se deparar com algumas dificuldades iniciais na troca da Ducati Desmosedici que utilizou nos dois últimos anos.

Marco Melandri voltou ao seu melhor no sábado depois de consecutivas quedas nos dois primeiros dias de testes em Phillip Island lhe roubarem tempo precioso à sua adaptação à Honda RC211V. O italiano completou grande número de voltas hoje enquanto recuperava a confiança na moto, passando pela meta nada mais, nada menos que 122 vezes e terminando o dia com um simulação de corrida de 27 voltas.

Tempos oficiosos:

1. Valentino Rossi – Gauloises Yamaha - 1' 29.68
2. Nicky Hayden – Repsol Honda - 1'29.69
3. Carlos Checa – Ducati Marlboro - 1'29.86
4. Max Biaggi – Repsol Honda -1'29.88
5. Loris Capirossi – Ducati Marlboro - 1' 30.18
6. Colin Edwards – Gauloises Yamaha - 1'30.23
7. Alex Barros – Camel Honda -1'30.55
8. John Hopkins – Team Suzuki - 1'30.85
9. Marco Melandri – Telefonica Movistar Honda - 1' 30.90
10. Troy Bayliss – Camel Honda - 1' 30.98
11. Kenny Roberts – Team Suzuki – 1'31.21
10. Ruben Xaus – Fortuna Yamaha - 1'31.98
11. Toni Elias – Fortuna Yamaha - 1'32. 96

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›