Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Testes intensificam-se em Losail

Testes intensificam-se em Losail

Testes intensificam-se em Losail

O Sol foi presença assídua no segundo dia de testes em Losail, Qatar, onde nada mais, nada menos que sete pilotos conseguiram rodar abaixo do segundo 58. Makoto Tamada e Loris Capirossi igualaram os seus resultados com 1m57,69s, batendo a pole de Carlos Checa de 2004 por 1,3 segundos.

Tamada e Capirossi rodaram ambos com pneus de corrida – Michelin e Bridgestone, respectivamente – e lideraram a tabela de tempos à frente de Nicky Hayden, que havia sido o mais rápido na véspera. O jovem piloto da Repsol Honda terminou á frente do colega de equipa Max Biaggi por apenas 0,001s.

Sete Gibernau ainda sentiu efeitos da febre que o impossibilitou testar na véspera e fez apenas algumas voltas, enquanto o seu companheiro de equipa Marco Melandri foi o quinto melhor à frente de Alex Barros. O brasileiro e o seu colega de equipa Troy Bayliss efectuaram menos de 30 voltas, já que além dos testes tiveram ainda de posar para uma sessão de fotografias da Camel Honda.

Depois de ter sofrido um forte acidente nos testes anteriores em Phillip Island, Makoto Tamada estava satisfeito por voltar a estar na frente.
"Hoje, com pneus de corrida, consegui um tempo mais de três segundos mais rápido que aquele que havia estabelecido no ano passado durante a qualificação", explicou Tamada. "Isto deixa-me ainda mais satisfeito, principalmente se pensar que vamos estar ainda mais competitivos até ao início do campeonato".

"A minha condição física também está a melhorar. Já estou quase totalmente recuperado do acidente que sofri em Phillip Island nos testes e hoje consegui trabalhar arduamente todo o dia sem qualquer tipo de problema", acrescentou o nipónico.

A maioria das equipas fará as malas amanhã e planeia levar a cabo simulações de corridas no circuito de Losail.

Tempos oficiosos:

1. Makoto Tamada – Konica Minolta Honda: 1'57.69
2. Loris Capirossi - Ducati Marlboro: 1'57.69
3. Nicky Hayden – Repsol Honda: 1'57.78
4. Max Biaggi – Repsol Honda: 1'57.79
5. Marco Melandri – Telefonica Movistar Honda: 1'57.80
6. Alex Barros – Camel Honda: 1'57.80
7. Carlos Checa - Ducati Marlboro: 1'57.91
8. Troy Bayliss – Camel Honda: 1'58.55
9. Sete Gibernau – Telefonica Movistar Honda: 1'58.66
10. Roberto Rolfo – D'Antin Ducati: 2'03.00.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›