Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Testes de MotoGP e 250 terminam em Valência

Testes de MotoGP e 250 terminam em Valência

Testes de MotoGP e 250 terminam em Valência

Diversas equipas de 250cc juntaram-se a Shinya Nakano e Shane Byrne de MotoGP no circuito de valência, hoje, para completaram o segundo de dois dias de testes naquela pista espanhola. Com o sol a pairar desde o início do dia, os pilotos apenas se queixaram com a baixa temperatura que se fazia sentir, depois de uma noite em que o céu esteve limpo e a temperatura baixa. Isto fez com que as equipas apenas iniciassem os trabalhos a meio da manhã. As primeiras voltas foram realizadas por volta das 11h30m.

Os pilotos de MotoGP testaram ambos novas versões das suas motos, Nakano na nova versão ‘big-bang' da Kawasaki, enquanto que Byrne continuou a adaptação à novíssima KTM com motor Proton-KR. Depois de perdida meia manhã, ambos continuaram a trabalhar durante a hora de almoço. Nakano realizou duas séries de 10 voltas à tarde, tendo obtido resultados positivos. Por sua vez, Byrne teve um pequeno acidente na curva três por volta das 15h30m, que provocou um pequeno incêndio e motivou que a equipa desse por terminada a sessão.

Nakano mostrou-se impressionado com os resultados que a equipa Kawasaki registou até ao momento. "Estou muito mais satisfeito com esta versão do motor e já perguntei aos engenheiros se é possível utiliza-la já na primeira corrida em Jerez. Vamos ver se será possível. A moto esteve bem em Sepang, Jerez e agora em Valência, pelo que sinto que estamos a fazer progressos. As séries de dez voltas que realizei mostraram-me igualmente que os pneus da Bridgestone estão à altura, daí que esteja contente na despedida destes testes."

Entretanto, as equipas de 250cc também testaram hoje. Os pilotos da Honda continuaram o trabalho com as suas novas motos para 2005. O campeão, Dani Pedrosa colocou pressão nos outros pilotos desde cedo ao realizar um tempo oito décimas mais rápido do que a sua pole neste mesmo circuito conseguida em Novembro último. O seu colega de equipa, Hiroshi Aoyama, sofreu algumas quedas, ao mesmo tempo que os estreantes em 250cc, Jorge Lorenzo e Hector Barbera, estiveram perto do tempo de Pedrosa, mas a ainda mais de meio segundo do tempo do seu compatriota.

Tempos oficiosos fornecidos pelas equipas

MotoGP
1. Nakano - Kawasaki : 1'34.5 (73 voltas)
2. Byrne – Proton KR-KTM : 1'36.1 (35)

250cc
1. Pedrosa – Telefonica Movistar Honda : 1'35.5 (80)
2. Lorenzo – Fortuna Honda : 1'36.0 (87)
3. Barbera – Fortuna Honda : 1'36.3 (93)
4. Dovizioso – Kopron Team Scot : 1'36.5 (60)
5. Aoyama – Telefonica Movistar Honda : 1'36.8 (72)
6. Debon – Wurth Honda BQR : 1'36.8 (60)
7. Takahashi – Kopron Team Scot : 1'37.1 (60)
8. Guintoli – Equipe GP de France : 1'38.0 (80)
9. Sekiguchi – Campetella Racing : 1'38.9 (40)
10. Baldolini – Campetella Racing : 1'38.9 (33)
11. Rous – Wurth Honda BQR : 1'39.2 (75 )
12. Heidolf – Castrol Kiefer Honda Racing : 1'40.0 (68)

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›