Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hofmann ansioso por mostrar o seu potencial

Hofmann ansioso por mostrar o seu potencial

Hofmann ansioso por mostrar o seu potencial

A Kawasaki Racing Team deu significativo passo em frente no ano passado com o novo chassis que permitiu a Shinya Nakano averbar o primeiro pódio para o construtor em MotoGP. Este ano a fábrica nipónica está concentrada na nova versão "big bang" do motor ZX-RR de quatro cilindros em linha de 990cc para propulsionar a versão refinada do chassis.

O novo bloco, introduzido em Fevereiro em Sepang, pode representar mais um grande passo para a equipa. Contudo, o germânico Alex Hofmann rodou muito pouco com a nova unidade até agora e admite que a sua preparação para a temporada que agora se aproxima não tem sido a ideal.

"Neste momento a minha situação não é ideal. Muitas das pessoas da Kawasaki estão só a pensar no desenvolvimento do motor agora. Não tivemos componentes suficientes para os dois pilotos testarem, por isso o Shinya Nakano é o actual responsável pelos desenvolvimento e eu perdi dois testes com o novo motor", explica Hofmann.

"Estes três dias em Barcelona, e depois em Jerez, serão a minha última oportunidade de me habituar ao novo material. É muito limitado e certamente não é a melhor preparação, mas temos de aceitar a decisão da Kawasaki. De qualquer das formas, isso não significa que não serei capaz de dar o máximo e tentar o meu melhor, mas tem sido um Inverno difícil sem muito para fazer".

O alemão não terá grandes informações sobre a primeira versão do motor e terá de confiar no trabalho levado a cabo pelo colega de equipa japonês.
"Eles tinham de tomar uma decisão, e com o Shinya a ser o mais experiente de nós, era a decisão natural. Fiz apenas algumas voltas e isso não foi o suficiente para ficar com uma ideia do conjunto. Agora tudo depende do Shinya, pelo que espero que esteja a fazer o melhor trabalho que pode porque, no fim de contas, é o motor com que vou rodar no teste de Jerez e depois nas corridas. Tenho de confiar nele porque não há outra opção!" Na segunda temporada completa com a Kawasaki, Hofmann sabe que terá de aumentar a fasquia para se afirmar como um dos principais pilotos da categoria rainha.
"Vai ser a minha temporada mais importante. O meu contrato termina no final do ano. Não vai ser fácil mostrar a toda a gente que mereço algo melhor – o que é meu plano para este ano. Não me vou concentrar na luta pela vitória no Campeonato do Mundo, sabemos que não somos suficientemente competitivos para esse tipo de objectivo. Para mim o importante será mostrar o meu potencial o maior número de vezes possível".

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›