Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Regresso ao passado: a primeira vitória da Yamaha em Jerez

Regresso ao passado: a primeira vitória da Yamaha em Jerez

Regresso ao passado: a primeira vitória da Yamaha em Jerez

Passaram já quase duas décadas desde o primeiro sucesso da Yamaha no circuito de Jerez, quando Eddie Lawson averbou o triunfo naquele que era chamado de Grande Prémio de Portugal em 1988. Era apenas a segunda corrida que se realizava em Jerez e a Yamaha dominou-a por completo, garantindo o pleno no pódio com os na altura novos pilotos Wayne Rainey e Kevin Magee nos segundo e terceiro lugares, respectivamente.

A vitória marcou o regresso de "Steady Eddie" que tinha perdido o seu título para Wayne Gardner em 1987 depois de duas temporadas consecutivas como Campeão do Mundo de 500cc aos comandos da Yamaha. Foi também o ponto de partida para uma série de resultados que levaria o californiano à conquista do seu terceiro título, ao vencer a ronda seguinte em Imola e depois mais quatro das restantes dez provas da época.

"Parece que a corrida foi há 100 anos, mas tratou-se de uma vitória realmente importante para mim e para a Yamaha", recorda Lawson que terminou a sua magnífica carreira de Grandes Prémios em 1992.

"Para ser franco, havia corridas tão renhidas nessa temporada em que se lutava até ao fim contra pilotos como Rainey, Gardner, Mage e Mamola que é difícil recordarmo-nos dos detalhes. Mas uma coisa nunca se apaga da memória: a atmosfera de Jerez. O desporto tinha se tornado grande na altura e tudo devido a nomes como Angel Nieto e creio que a tradição continuou desde então".

Antes do histórico título de Valentino Rossi ao serviço da Yamaha no ano passado, Lawson foi o único piloto de sempre a vencer o Campeonato do Mundo da categoria rainha com construtores diferentes em duas temporadas sucessivas. Um feito que esperava ter visto mais cedo e reconhece o especial talento de Rossi.

"Os recordes estão cá para serem batidos e para ser honesto estava certo que o meu cairia bem mais depressa do que realmente caiu. Creio que se havia alguém para o fazer teria de ser o Valentino. Pelo que tenho visto, ele está num campeonato diferente em comparação com os restantes pilotos".

"Acima de tudo, gostei de ver a Yamaha a vencer um título outra vez. Ainda tenho muitos amigos lá e gostei muito de os ver a saborearem o sucesso que, sem dúvidas, merecem".

Tags:
MotoGP, 2005, GRAN PREMIO MARLBORO DE ESPAÑA

Outras actualizações que o podem interessar ›