Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Faubel – o único motivo de festa para os espanhóis no Estoril

Faubel – o único motivo de festa para os espanhóis no Estoril

Faubel – o único motivo de festa para os espanhóis no Estoril

Após o grande arranque do Campeonato do Mundo de MotoGP em Jerez, o betandwind.com Grande Prémio de Portugal do passado domingo foi uma grande desilusão para o contingente de pilotos espanhóis.

Apresentando-se forte no início do fim-de-semana e durante boa parte das corridas no domingo, a "Armada Espanhola" não averbou as vitórias esperadas – com excepção do piloto da Aprilia Aspar, Hector Faubel.

Enquanto a estrela das 250cc Dani Pedrosa se viu forçado a contentar-se com um inesperado quarto lugar atrás do australiano Casey Stoner, do italiano Andrea Dovizioso e do francês Randy de Puniet devido à visibilidade e problemas de pneus, o piloto de MotoGP Sete Gibernau viu a corrida ficar-lhe mais curta ao cair na 16ª volta depois de ter liderado quase toda a prova até então.

Hector Faubel acabou, assim, por ser o único espanhol com verdadeiras causas para celebrar. Faubel – que começou a corrida da primeira linha depois de averbar o quarto crono na qualificação – conseguiu garantir um positivo segundo lugar depois de um sprint até à linha de meta na classe de 125cc onde o triunfo coube a Mika Kallio. Um resultado que significou o primeiro pódio do espanhol.

O piloto da Master Aspar Team rodou sozinho atrás de Kallio depois da queda da Gabor Talmacsi ter dividido o grupo da frente em dois. Faubel terminou apenas a 0,008 segundos de Kallio, dando origem a espectacular foto finish.

Após a corrida o espanhol disse: "A minha intenção era fazer um bom arranque e estar na frente para tentar fugir. E foi assim que se passou. Em conjunto com o Mika, começámos a abrir uma vantagem sobre o resto dos pilotos".

"Tive alguns problemas nas zonas de travagem e verifiquei que a única forma de ultrapassar era ser mais rápido que o Mika na recta da meta, isto porque a minha moto é mais rápida que a dele. No final não foi possível por meros oito milésimos de segundo".

"Ficámos muito próximos, mas estou muito satisfeito com o resultado. Espero ser capaz de estar no Top 10 na próxima corrida. Fizemos grande trabalho e quero agradecer ao Jorge Martinez Aspar, à equipa e aos patrocinadores, de forma geral, a todos os que acreditaram em mim".

A obtenção do primeiro pódio da carreira leva Faubel ao terceiro lugar do campeonato. O espanhol está em igualdade pontual com Fabrizio Lai e apenas a dois pontos de Marco Simoncelli, o segundo classificado.

Tags:
MotoGP, 2005, betandwin.com GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Hector Faubel

Outras actualizações que o podem interessar ›