Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Nakano defende cores da Kawasaki a solo no Estoril

Nakano defende cores da Kawasaki a solo no Estoril

Nakano defende cores da Kawasaki a solo no Estoril

Shinya Nakano teve de correr sozinho no GP de Portugal do passado domingo depois do colega de equipa Alex Hofmann ter sido obrigado a ficar de fora da prova devido a lesões no pulso e tornozelo contraídas numa queda durante a exibição que antecedeu a prova portuguesa.

Depois do nono lugar em Espanha na semana passada, Nakano fez uma prova de grande concentração no Estoril. Largou em 10º antes de cair algumas posições. Incapaz de impressionar no grupo da frente, Nakano manteve o 11º posto durante 16 voltas, passando depois para os dez primeiros e efectuando em seguida uma pilotagem de excelente nível que lhe permitiu terminar a prova em 8º.

"Não foi uma corrida fácil, especialmente com a chuva em algumas secções rápidas da pista", disse Nakano. "Era muito difícil ver onde é que a pista estava molhada, por isso tinha de estar sempre com muita atenção".

"É muito complicado pilotar uma máquina de MotoGP em pista molhada com pneus slick. Os meus tempos por volta foram os que esperava, mas o grupo da frente parecia ser capaz de andar mais rápido que no treinos e não consegui manter-me junto deles desde o início. Somei importantes pontos hoje, mas nunca fico satisfeito com um oitavo lugar. Precisamos de continuar a trabalhar na performance do motor".

O resultado obtido no Estoril leva Nakano para o sexto lugar do campeonato com 19 pontos, enquanto a Kawasaki passa para terceira na tabela de construtores, dois pontos à frente da Ducati e com 13 de avanço sobre a Suzuki.

Harald Eckl, Director Desportivo, gostou do desfecho e comentou: "Estou satisfeitos com o resultado, principalmente tendo em conta as condições climatéricas que não eram nada fáceis para os pilotos. O Shinya não teve um bom arranque, mas fez excelente trabalho com tempos por volta regulares, averbando valiosos pontos para a equipa".

Ichiro Yoda, Director Técnico, disse que as difíceis condições proporcionaram uma boa oportunidade para avaliar a performance da moto: "Estou contente pelo pontos desta corrida nestas difíceis condições. Este fim-de-semana foi uma boa oportunidade para analisarmos os nossos pontos fracos em áreas que necessitamos de melhorar e bem depressa. É notório que o principal é o desenvolvimento e gestão do motor. O nosso chassis e os pneus Bridgestone estão a funcionar bem".

Tags:
MotoGP, 2005, betandwin.com GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Shinya Nakano, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›