Compra de bilhetes
VideoPass purchase

West regressa em Le Mans mas com a Aprilia Alemanha

West regressa em Le Mans mas com a Aprilia Alemanha

West regressa em Le Mans mas com a Aprilia Alemanha

Anthony West vai fazer o tão esperado regresso aos Grandes Prémios este fim-de-semana participando na corrida de Le Mans do Campeonato do Mundo de 250cc, mas, por mais estranho que possa parecer, ao serviço da Aprilia Alemanha.

West, que venceu o Grande Prémio da Holanda de 250cc de 2003, vai fazer uma única prova pela Aprilia Alemanha na quarta ronda desta temporada que se realiza no traçado de 4,1km de Le Mans.

O jovem de 23 anos falhou as duas últimas corridas de 250cc de 2004 depois de ter partido o pulso esquerdo numa queda antes do Grande Prémio da Austrália em Phillip Island e depois, durante o defeso, assinou pela austríaca KTM para alinhar com uma moto oficial nesta época.

O piloto esteve de fora nas três primeiras rondas de 2005 – Espanh, Portugal e China – porque a nova KTM não estava ainda pronta e não se esperava o seu regresso antes da quinta ronda em Mugello, Itália.

West revelou que foi contactado para correr em Le Mans pelo patrão da Aprilia Alemanha, Dieter Stappert, revelando ainda que a KTM aprovou o convite, já que serve de preparação para a eventual estreia com a nova 250cc da marca austríaca ainda nesta temporada.

"Há sete meses que não rodo numa moto de Grande Prémio, seja em testes ou em corrida. Por isso, correr em Le Mans vai dar-me a oportunidade de regressar à acção depois de tão longa paragem", disse West.

"Neste momento preciso de fazer quilómetros e a KTM sabe que isto me pode ajudar na preparação para quando a nova moto estiver pronta".

West, que já fez 77 Grandes Prémios nas classes de 125cc, 250cc e 500cc desde 1998, vai hoje para Paris e juntar-se à equipa Aprilia Alemanha em Le Mans ainda antes da primeira sessão de treinos.

West disse também que não está apostado em grandes voos, dado que a moto que vai utilizar não é oficial.

"Vou fazer o meu melhor e estou grato por esta oportunidade de correr, mas vai ser difícil porque vou rodar contra todas as motos de fábrica. Por isso, o objectivo é terminar e voltar ao ritmo de corrida", disse.

"Le Mans é um traçado de travagens e acelerações fortes e as motos de fábrica vão fugir muito rapidamente dos privados quando acelerarem para saírem das curvas lentas. Temos de recuperar tempo nas travagens".

West já alinhou em Le Mans por três vezes, contando com um quinto lugar numa Honda em 2000, sétimo em 2003 e sexto em 2004 com um Aprilia privada. O piloto tem estado na Áustria há um mês enquanto espera que a KTM esteja pronta e já começou o treino com os pilotos de fábrica de motocross e Supermotard.

"A KMT tem sido fantástica na organização dos treinos dos pilotos e tem trazido gente como o Kurt Nicoll e tem-me ajudado muito afazer-me sentir em casa", disse West.

"A 250 é um novo projecto da KTM e eles querem dar-me a melhor moto possível. Estamos todos desejosos por correr com a moto assim que esteja pronta".

Além de ter vencido o GP da Holanda de 250cc em 2003, West averbou ainda pódio em Phillip Island, Catalunha e Donington Park.

Tags:
250cc, 2005, GRAND PRIX ALICE DE FRANCE, Anthony West

Outras actualizações que o podem interessar ›