Compra de bilhetes
VideoPass purchase

David Checa: "Uma oportunidade fantástica"

David Checa: 'Uma oportunidade fantástica'

David Checa: "Uma oportunidade fantástica"

Enquanto Makoto Tamada e Alex Hofmann fazem os seus regressos ao MotoGP no próximo fim-de-semana em Mugello, outra novidade vai juntar-se ao lote de pilotos: David Checa. O jovem espanhol foi chamado pela Fortuna Yamaha para alinhar no lugar do lesionado Toni Elias.

Antigo piloto de GP's de 250cc, David – irmão mais novo da estrela Carlos Checa da Ducati – brilhou ao conquistar no ano passado o Campeonato do Mundo de Endurance e ao vencer a última edição das 24 H de Le Mans. Antes de se estrear na categoria rainha o piloto falou com o motogp.com.

"Venho aqui para ser eu próprio e para ser reconhecido como David Checa, e não apenas como o irmão do Carlos. Os meus resultados e a minha carreira falam por mim. Alinhar no MotoGP nesta corrida não vai afectar o meu calendário habitual ou a minha situação. A principal mudança será a maior atenção por parte dos média e o facto de haver mais pessoas a ficarem a saber quem sou", comentou Checa.

"Quero retribuir às pessoas que acreditaram em mim. Vou correr ao mais alto nível, graças à Yamaha, ao Hervé Poncharal e à Fortuna, marca que foi o principal patrocinador do meu irmão e que muito fez pelo motociclismo e em muito contribuíram para ele estar onde está agora. Por isso, correr para eles será muito especial".

"Acredito que será uma oportunidade fantástica, trabalhar com uma equipa tão profissional e correr na moto do Valentino parece-me excelente. Não estabeleci nenhum objectivo. Tenho de trabalhar bem, aprender o máximo possível e desfrutar da experiência. A partir daí o resultado só pode ser positivo".

David e Carlos estarão juntos numa grelha de MotoGP pela primeira vez e o mais novo dos irmãos Checa já agradeceu o apoio do mais velho.

"Algumas pessoas podiam ficar atrapalhadas com uma situação como esta, mas nós temos uma excelente relação. Durante os últimos dias ele ligou-me muito para saber se ia mesmo correr. Ele está mesmo muito contente com isto".

"O meu irmão apostou em mim no passado e finalmente vai colher os louros por isso. Ele fez muito por mim quando estava nas 250cc e a minha família não me podia suportar em termos financeiros. Sem a ajuda que o Carlos me deu não poderia correr e não teria tido esta oportunidade agora".

Tags:
MotoGP, 2005, GRAN PREMIO ALICE D'ITALIA, Carlos Checa

Outras actualizações que o podem interessar ›