Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Mazda Raceway Laguna Seca recebe homologação FIM para MotoGP

Mazda Raceway Laguna Seca recebe homologação FIM para MotoGP

Mazda Raceway Laguna Seca recebe homologação FIM para MotoGP

Uma vez concluídos os melhoramentos de dois milhões de dólares que serviram para aumentar e melhorar as escapatórias em todas as curvas, bem como a instalação de correctores mais "amigos" dos motociclistas, a famosa Mazda Raceway Laguna Seca de 3,58 km e 11 curvas foi homologada pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM) com vista ao Red Bull GP dos EUA no próximo mês (8 a 10 de Julho).

"A inspecção correu muito bem", disse Claude Danis, inspector oficial de pistas da FIM. "Vê-se que todo o trabalho que solicitámos foi concluído como deve ser. Ainda falta colocar algumas protecções provisórias que serão instaladas antes da corrida. A pista está em condições de ser homologada para MotoGP".

O piloto Kenny Roberts Jr., da Suzuki MotoGP e Campeão do Mundo de 2000, visitou o circuito há duas semanas como representante dos pilotos para a segurança e ficou muito bem impressionado com as alterações levadas a cabo no circuito.

"Os responsáveis por Laguna Seca fizeram tudo para tornar a pista o mais segura possível para MotoGP", disse o modesto nativo Roberts Jr., filho do tri-Campeão do Mundo Kenny Roberts. "Fizeram significativas melhorias em todas as áreas em que tal era possível".

"Na minha opinião fizeram melhor trabalho nas curves que em muitas outras pistas e isso vai reduzir significativamente o risco dos pilotos e a carga de trabalho".

"Creio que enquanto representante dos pilotos para a segurança que Laguna Seca será um circuito muito seguro para MotoGP, isto apesar de eventuais acidentes".

O trabalho nos 3,58 km de pista e 11 curvas começou em Janeiro com a recolocação da ponte da Curva 9 e a escavação da encosta no lado exterior da curva.

Depois da época das chuvas teve início intenso período de 45 dias de construções a 2 de Maio. Os melhoramentos de dois milhões de dólares foram custeados pela Yamaha Motor Company. A construção de novas escapatórias e o alargamento das que já existiam foram a principal preocupação de todo o projecto. Mais de 15.000 toneladas de gravilha foram trazidas para a pista ao longo de duas semanas.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›