Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP de regresso a Laguna Seca para Red Bull GP dos EUA

MotoGP de regresso a Laguna Seca para Red Bull GP dos EUA

MotoGP de regresso a Laguna Seca para Red Bull GP dos EUA

O Campeonato do Mundo de MotoGP vai regressar aos Estados Unidos este fim-de-semana depois de uma ausência de mais de uma década para ser recebido, com pompa e circunstância, na Mazda Raceway Laguna Seca para o há muito esperado Red Bull GP dos EUA. O circuito californiano foi submetido a grandes melhoramentos durante o Inverno, incluindo melhoramentos de segurança que permitiram às estrelas do motociclismo mundial regressar a uma das mais espectaculares pistas pela primeira vez desde de 1994.

Nessa ocasião Luca Cadalora, da Yamaha, tornou-se no primeiro não americano a levar de vencida o Grande Prémio no lendário circuito e este fim-de-semana Valentino Rossi vai fazer tudo para continuar o que foi começado pelo seu compatriota italiano e bater os heróis da casa Colin Edwards, Nicky Hayden, John Hopkins e Kenny Roberts, o que seria uma excelente prenda de 50º aniversário para a Yamaha. A marca nipónica comemora meio século de corridas praticamente no dia da prova.

Tal como a vantagem de 63 pontos de Rossi sobre o rival da Honda Marco Melandri na tabela de pilotos, a Yamaha lidera também a classificação de construtores graças ao impressionante arranque de temporada do Campeão do Mundo. Depois de averbar a quinta vitória consecutiva do ano em Assen, Rossi conta já com seis triunfos em sete possíveis e conta com magnífico recorde de pódios ininterruptos desde Outubro do ano passado. Contudo, Melandri voltou a mostrar eu está cada vez mais forte em cada jornada, tendo obtido o melhor resultado da carreira de MotoGP em Assen. Depois de terminar num renhido segundo lugar atrás de Rossi, o jovem italiano poderá ser a melhor aposta da Honda para somar a primeira vitória de sempre da marca em Laguna Seca.

Um factor que pode jogar contra Melandri e Rossi é o seu total desconhecimento da pista de 3,602 metros. Dez dos seus rivais já lá correram antes apesar de 11 anos de ausência do MotoGP no traçado, contudo, apenas Alex Barros correu na categoria rainha no último Grande Prémio em 1994. O seu colega da Honda Max Biaggi terminou no pódio nas 250cc nessa temporada, altura em que os homens da Ducati, Carlos Checa e Loris Capirossi, alinhavam na mesma categoria.

Colin Edwards venceu na sua 14ª e derradeira época no Mundial de SBK em Laguna Seca, em 2002, enquanto Troy Bayliss e Ruben Xaus também contam com triunfos na mesma competição. Já os compatriotas de Edwards, Nicky Hayden e John Hopkins, ganharam vasta experiência da pista durante os seus anos de formação nas competições nacionais da AMA, enquanto Kenny roberts Jr. estreou-se nos GP's como wildcard de 250cc na pista em 1993.

Makoto Tamado e Toni Elias esperam ambos fazer as suas estreias nos Estados Unidos depois de lutarem contra lesões nas últimas jornadas. Tamada foi submetido a operação ao braço em Barcelona na passada quinta-feira depois da recuperação do pulso partido ter sido atrasada devido a problemas musculares. Enquanto isso, Elias já confirmou que vai regressar à acção depois de também ter fracturado pulso e ter falhado as últimas corridas em Mugello, Catalunha e Assen.

Enquanto o MotoGP faz o há muito esperado regresso aos EUA, os pilotos de 125cc e 250cc não correrão neste fim-de-semana. Para estas duas categorias a oitava ronda do Campeonato terá lugar apenas em Donington Park dentro de duas semanas, cabendo o apoio ao MotoGP em Laguna Seca às estrelas do Super Kart – onde se incluem nomes como Eddie Lawson, Kevin Schwantz e Wayne Rainey – ao que se junta uma jornada da AMA Superbike, AMA Supersport e AMA Superstock. Lawson, que ganhou a primeira corrida de 500cc em Laguna Seca em 1988, vai estar também no almoço de sábado reservado ao Quadro de Honra das Estrelas de MotoGP.

O interesse num dos mais esperados eventos de MotoGP está a atingir todo o país, com a promoção a continuar ao longo desta semana com um passeio aos Estúdios de Hollywood a ser realizado por Carlos Checa na quarta-feira e outro à Golden Gate Bridge, em São Francisco, com Rossi, Hopkins, Ramada e Xaus na quinta-feira. Ainda há alguns bilhetes disponíveis em vários pontos de venda, mas a bilheteira oficial na Mazda Raceway Laguna Seca já esgotou as 53,900 entradas que tinha para sábado e domingo – a primeira vez em que se anuncia a venda de todos os bilhetes antes de uma prova em 49 anos de história do circuito.

Tags:
MotoGP, 2005, RED BULL U.S. GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›