Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos da casa apostados em destronar Rossi em Laguna Seca

Pilotos da casa apostados em destronar Rossi em Laguna Seca

Pilotos da casa apostados em destronar Rossi em Laguna Seca

O paddock do Campeonato do Mundo de MotoGP regressou hoje à Mazda Raceway Laguna Seca pela primeira vez em mais de uma década enquanto centenas de fãs entravam no circuito para assistirem aos últimos preparativos para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos deste fim-de-semana.

Nicky Hayden e Colin Edwards vão contar com o apoio de cerca de 59.000 espectadores durante quase todo o fim-de-semana, com bilhetes ainda disponíveis apenas sexta-feira que terá início com duas horas de treinos livres às 18 horas de Lisboa.

Hoje, os heróis locais estabeleceram como objective por fim à sequência de resultados que Rossi tem apresentado desde o início da temporada com seis vitórias em sete possíveis até ao momento, esperando, ao mesmo tempo, seguir as pegadas dos antigos vencedores da casa em Laguna Seca: Eddie Lawson, Wayne Rainey e John Kocinski.

"O Valentino subiu claramente a fasquia esta temporada e cabe-nos a nós chegar até ele", comentou Hayden. "Pessoalmente acho que tenho estado a fazer progressos em todas as jornadas e estou muito contente por estar prestes a dar mais um passo em frente. Fazer um Grande Prémio aqui que faz parte dos meus sonhos desde que sou miúdo e era uma maravilha para mim conseguir concretizar esse passo nesta pista. Vim com o meu irmão ver o último GP aqui em 1994 e se me divertir tanto no domingo como me diverti na altura já será bom".

Edwards acrescentou ainda que tentará tudo "para fazer 32 voltas perfeitas" ao modificado circuito de 3,602m para bater o seu colega de equipa enquanto espera ir buscar inspiração às cores do 50º aniversário da sua moto, que conta com o tradicional amarelo, branco e preto da Yamaha EUA.

O norte-americano venceu nesta pista aquando da sua última participação no Mundial de SBK, mas admitiu que as coisas podem ser um pouco mais difíceis desta vez. "O Troy Bayliss disse que o recorde da minha Superpole aqui vai durar uns 15 minutos nos treinos livres de amanhã e acho que ele tem razão", sorriu Edwards. "Estou muito curioso para ver como é rodar com uma máquina de MotoGP aqui, mas acima de tudo quero ganhar, é só nisso que penso. Se mais alguém quiser ganhar terá de me bater em casa".

Tags:
MotoGP, 2005, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›