Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden e Biaggi trabalharam muito na Alemanha

Hayden e Biaggi trabalharam muito na Alemanha

Hayden e Biaggi trabalharam muito na Alemanha

Nicky Hayden obteve o seu Segundo pódio em três corridas e o seu colega de equipa, Max Biaggi, ficou imediatamente atrás de si numa corrida disputada frente a 95,000 espectadores naquele que foi o Grande Prémio da Alemanha em Sachsenring.

Após seis voltas a corrida foi interrompida por razões de segurança quando a Suzuki de John Hopkins ficou parada na pista depois do pilotos ter sofrido um acidente de onde escapou ileso. A nova grelha de partida foi formada pelas posições que os pilotos ocupavam na altura em que foi mostrada a bandeira vermelha. Como Hayden estava na liderança nessa altura, voltou a largar da pole, enquanto que Biaggi, que havia largado muito mal, largou na terceira fila da nova grelha depois de estar em oitavo na volta em que a corrida foi parada.

Hayden voltou a sair na frente para a corrida de 25 voltas, liderando até ao início da terceira volta quando Valentino Rossi o ultrapassou no final da recta da meta. Nessa mesma volta, Sete Gibernau ultrapassou o Americano no final da descida. Hayden, que clebrou ontem o seu 24º aniversário, conseguiu ficar atrás do Campeão do Mundo por 11 voltas até conseguir travar mais tarde que Rossi e ascender ao segundo posto. A quatro voltas do final da corrida, Rossi passou novamente a segundo e já na última volta aproveitou um erro de Gibernau na travagem para passar para a frente e vencer a corrida.

Os esforços de Hayden valeram-lhe 16 pontos. Há agora apenas 15 pontos a separá-lo de Marco Melandri que está em Segundo no campeonato enquanto que Hayden ocupa o sétimo posto. Deveremos agora assistir a uma dura batalha nas sete corridas que faltam naquela que será a luta pelo segundo lugar. Hayden regressa à América e com os seus irmãos, Tommy e Roger Lee, serão convidados especiais do programa "The Tonight Show" com Jay Leno.

"Pensei que poderia ser melhor mas tal não veio a suceder," disse Hayden. "Nas últimas voltas consegui diminuir a desvantagem para o Rossi e o Gibernau. Não estou satisfeito com o terceiro lugar mas sim com o que aprendi hoje. Estava a rodar com dois dos melhores pilotos do mundo e estive nas aulas durante cerca de 30 voltas. Sinto que aprendi muito com eles. Disse á minha equipa que poderíamos conseguir os 25 pontos mas isso não sucedeu. Eles fizeram um trabalho excelente na preparação da moto. Assim que se sente o sabor da vitória queremos sempre mais. Depois de tanto tempo longe do primeiro degrau, Laguna soube muito bem. Quero sentir isso novamente e depressa."

Biaggi, como tem sido regra esta temporada, teve algumas dificuldades na afinação da moto e não se mostrava nada satisfeito num circuito onde já obteve bons resultados. O seu 11º lugar no warm-up foi um indicador de que o piloto teria muito trabalho pela frente na corrida. O italiano largou bem e teve uma luta com o homem da Honda, Alex Barros, que acabaria por vencer e terminar em quarto.

"Bem, mais uma vez em que as coisas não saíram assim tão bem," admitiu Biaggi. "Tive de largar da terceira fila já que larguei mal para a primeira corrida e estava em oitavo quando a corrida foi parada. No final passei o Barros e consegui o quarto lugar mas não estou satisfeito. Como posso estar? Temos tido os mesmos problemas toda a temporada. A frente salta muito e vibra constantemente. Isto deixa-me muito irritado porque sei que ainda tenho a capacidade e motivação para vencer. Neste momento não podemos vencer corrida e isso deixa-me frustrado. Ainda assim não desisto. Vou dar tudo o que tenho em Brno para inverter esta situação."

Tags:
MotoGP, 2005, ALICE MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Max Biaggi, Nicky Hayden

Outras actualizações que o podem interessar ›