Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi vence nona corrida da época com Sete a desistir a poucas curvas do fim

Rossi vence nona corrida da época com Sete a desistir a poucas curvas do fim

Rossi vence nona corrida da época com Sete a desistir a poucas curvas do fim

Verdadeiramente emocionante este Gauloises Grande Prémio da República Checa onde Valentino Rossi averbou mais um magnífico triunfo, o nono do ano em 11 corridas, depois de uma luta de gigantes com Sete Gibernau ao longo de toda a corrida. Um resultado muito importante para o homem da Gauloises Yamaha que está agora apenas a uma vitória da reconquista do título de Campeão do Mundo de MotoGP, o segundo com a Yamaha.

Rossi apresentou sempre um andamento muito regular, tendo em Sete Gibernau o seu mais directo rival. Na verdade, Rossi e Gibernau foram os dois únicos capazes de lutar pelo triunfo e de passar pela liderança da corrida. Contudo, e como já é habitual no italiano, o ataque final surgiu na última curva da penúltima volta, altura em que Rossi regressou ao primeiro posto e de imediato garantiu pequena margem sobre o espanhol. No entanto, Gibernau acabou por ter um dos dias mais negros em termos de sorte. O homem da Movistar Honda ficou sem combustível na sua moto nos derradeiros momentos da última volta, vendo-se assim obrigado a abandonar a prova depois de excelente performance ao longo das 22 voltas.

Quem acabou por beneficiar bastante foi o italiano da Ducati Marlboro Loris Capirossi que, depois de ter chegado a rodar em sexto conseguiu levar a cabo emocionante luta pelo terceiro posto com Alex Barros ao longo das últimas cinco voltas ao traçado de Brno. O brasileiro não conseguiu apresentar argumentos para fazer frente ao ritmo de Capirossi, perdendo o terceiro posto na 21ª volta, enquanto o italiano via, uma volta mais tarde, o segundo lugar cair-lhe no colo.

Muito bem esteve também Max Biaggi. Após um início de fim-de-semana menos positivo para o homem da Repsol Honda e de ter rodado em nono, o "Sr. Brno" encontrou o ritmo e deu início ao seu ataque pouco depois do meio da corrida levando a cabo interessante luta, primeiro com Marco Melandri, e depois com o seu colega de equipa Nicky Hayden. Com Hayden já atrás de si e com a sua Honda a mostrar-se muito bem preparada, Biaggi não teve problemas em passar Barros na última volta para concluir um pódio totalmente italiano no Circuito de Brno.

Enquanto isso, Alex Barros, que chegou a aproximar-se dos dois primeiros perto do meio da corrida, viu a sua Camel Honda perder rendimento não lhe permitindo ir além do quarto posto à frente de Nicky Hayden que acabou por fazer uma corrida da frente para trás, já que largou do segundo posto da grelha e concluiu as 22 voltas da prova em quinto.

Marco Melandri também teve prestação algo apagada, não conseguindo nunca atacar os dois grupos que se formaram ao longo da corrida e terminando com o sexto lugar, um abaixo daquele em que largou. Já Colin Edwards esteve melhor, partindo de nono conseguiu terminar em sétimo, à frente de Carlos Checa, Troy Bayliss e Makoto Tamada que fecharam o Top 10 desta emocionante 11ª jornada de MotoGP.

Tags:
MotoGP, 2005, GAULOISES GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›