Compra de bilhetes
VideoPass purchase

McWilliams com sentimentos diversos no regresso ao MotoGP

McWilliams com sentimentos diversos no regresso ao MotoGP

McWilliams com sentimentos diversos no regresso ao MotoGP

Jeremy McWilliams teve sentimentos diversos no seu regresso ao MotoGP em 2005. Apesar de deliciado por estar de volta ao Campeonato do Mundo em Brno com a equipa Proton KR, a sua corrida acabou de forma desapontante quando a quebra de um sensor o obrigou a abandonar. O irlandês não deverá voltar a correr até Valência, isto depois da equipa de Kenny Roberts ter anunciado que não ia alinhar nas prova fora da Europa.

"Foi um fim-de-semana para recordar; pela positiva por voltar a pilotar uma máquina de MotoGP, pela negativa por não ter conseguido terminar a corrida", disse McWilliams.

"Depois do warm-up da manhã senti-me confiante em que conseguia passar alguns dos pilotos habituais, mas depois tive de ultrapassar o facto de ter feito uma das minhas piores largadas de sempre. Há algum tempo que não estou habituado a cheirar os gases do combustível de GP's e comecei a ficar um pouco pedrado na grelha de partida e não conseguia ver porque tinha os olhos a lacrimejar".

"Tive de me aguentar conforme o acelerador foi abrindo por sua vontade, de início pensei que era eu, por isso entrei para verificar e era mesmo uma falha. O sistema que nos ajuda a entrar nas curvas ficou avariado quando o um dos sensores da roda se partiu".

"Quero agradecer a todo o Team Roberts por me terem chamado e gostava de voltar aos comandos da V5. Rodei 1,5 segundos mais rápido em Brno este ano que em 2004, por isso temos também de agradecer à Michelin pela sua ajuda".

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›