Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Motegi 2004: Dovizioso regressa ao topo

Motegi 2004: Dovizioso regressa ao topo

Motegi 2004: Dovizioso regressa ao topo

Na visita do Campeonato ao Japão no ano passado, apenas duas semanas do primeiro nula da temporada no Estoril, o líder da classificação Andrea Dovizioso regressava aos comandos das 125cc com uma vitória numa prova marcada por quedas e interrompida a meia distância.

No início do último GP do Japão Héctor Barberá bateu Casey Stoner, Dovizioso e Roberto Locatelli, mas o australiano rapidamente roubou a liderança ao espanhol. Na segunda volta, uma falha no selector da caixa de velocidades pôs fim ao promissor início de corrida de Stoner e permitiu a Dovizioso chegar a primeiro.

Desde esse momento o piloto da Honda aumentou o ritmo e construiu significativa vantagem sobre os seus rivais na luta pelo ceptro, Locatelli e Barberá. Enquanto o veterano italiano tentava aproximar-se do seu compatriota, Barberá via Simoni Corsi juntar-se a ele, tal como Mika Kallio e Jorge Lorenzo.

À nona volta Andrea Ballerini, 13º classificado, caiu à saída da última curva. O italiano saiu ileso da queda, mas Irme Toth não conseguiu evitar a sua moto e sofreu forte queda. Com os destroços das motos espalhados pela recta principal, o Director de Corrida decidiu interromper a prova.

A segunda corrida de 13 voltas haveria de determinar a classificação final. Para a nova largada a linha da frente contava com Dovizioso, Locatelli e Corsi, de acordo com as classificações dos pilotos antes da prova ser interrompida, enquanto Barberá e Lorenzo eram forçados a larga do final da grelha. Os dois espanhóis não conseguiram ir para a grelha a tempo de alinharem na volta de apresentação devido a problemas mecânicos.

Apesar de forte largada, Locatelli viu Dovizioso segui-lo de muito perto pela direita. Ambos os pilotos trocaram de posições algumas vezes. Numa decisiva última volta Dovizioso regressou à primeira posição quando Locatelli caiu antes de ser capaz de responder. O antigo Campeão do Mundo conseguiu regressar à prova para cruzar a meta em 14º.

Seguiam-se nada menos que seis pilotos em luta pelo derradeiro lugar do pódio: Fabrizio Lai, Kallio, Corsi, Mirko Giansanti e Steve Jenkner. O azar de Locatelli permitir a Lai e à sua Gilera ascender a segundo, enquanto Corsi, colega de equipa de Dovizioso, garantia o seu primeiro pódio ao terminar em terceiro.

Giansanti foi quarto à frente de Jenkner, Simoncelli, Lorenzo e Talmacsi. Os wildcards japoneses Koyama e Kuzura completaram o Top 10.

Tags:
125cc, 2005, GRAND PRIX OF JAPAN, Andrea Dovizioso

Outras actualizações que o podem interessar ›