Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi vence em Motegi enquanto Rossi cai

Capirossi vence em Motegi enquanto Rossi cai

Capirossi vence em Motegi enquanto Rossi cai

Loris Capirossi somou o primeiro triunfo da temporada num emocionante Grande Prémio do Japão esta tarde em Motegi, enquanto Valentino Rossi caiu e perdeu a primeira oportunidade de reclamar o título de Campeão do Mundo de MotoGP de 2005. Capirossi fez um início de corrida cauteloso a partir da pole, perseguindo o primeiro líder Marco Melandri durante as primeiras voltas antes de passar a contar com a companhia de Max Biaggi e Rossi, que tinha feito excelente recuperação desde o 11º posto da grelha para à quarta volta se juntar aos homens da frente já com Melandri relegado para terceiro.

Com Biaggi agora na frente de Capirossi, a dupla ficou sozinha na frente à 13ª volta, altura em que Rossi bateu em Melandri à entrada para a curva Dez fazendo com que ambos ficassem na gravilha. Foi então que Capirossi atacou o seu compatriota durante as seis voltas seguintes antes de passar Biaggi e garantir uma vantagem de 1,4 segundos. A partir daqui Capirossi rodou rumo a um triunfo claro, o primeiro da Ducati nesta temporada, bem como o primeiro da Bridgestone desde que tinham ganham no mesmo circuito no ano passado através de Makoto Tamada, que nesta prova cruzou a linha num distante terceiro posto.

"Foi bom ter ganho hoje, mas a equipa fez um excelente trabalho durante todo o fim-de-semana", disse Capirossi, que recentemente assinou contrato por mais um ano com a fábrica italiana. "A Bridgestone deu-nos pneus magníficos para este traçado e a minha consistência foi boa durante muitas voltas nos treinos. Tinha bom ritmo na corrida, mas houve alturas em que fui além dos limites quando tentava ultrapassar. Quando assumi a liderança sabia que estava mais rápido que o Max e sabia que a corrida seria minha".

Carlos Checa viu a bandeira de xadrez em quarto, apesar de ter ficado a 22 segundos do seu vitorioso colega de equipa numa corrida marcada por quedas onde apenas 11 pilotos terminaram. John Hopkins, eu largou da primeira linha da grelha foi perdendo posições de forma gradual ao longo da corrida, conseguiu, ainda assim, o seu melhor resultado num Grande Prémio ao concluir em quinto à frente de Colin Edwards, Nicky Hayden, Kenny Roberts, Toni Elias, Ruben Xaus e Franco Battaini. Alex Hofmann caiu e partiu o tornozelo, o que quase de certeza o deixará de fora o resto da temporada.

Com Alex Barro e Sete Gibernau a caírem também, o único piloto com possibilidades matemáticas de travar Rossi na sua caminhada para o título nas próximas cinco corridas é Biaggi, que tem de somar mais 14 pontos que o seu colega de equipa para evitar que "The Docter" resolva o Campeonato na próxima corrida em Sepang. Houve uma queixa contra Rossi devido ao incidente com Melandri, mas esta foi rejeitada pela Direcção de Corrida, o que significa que um resultado nos quatro primeiros na Malásia é suficiente para a conquista do quinto título consecutivo de Rossi na categoria rainha.

Tags:
MotoGP, 2005, GRAND PRIX OF JAPAN, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›