Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP prepara-se para Sepang

MotoGP prepara-se para Sepang

MotoGP prepara-se para Sepang

O paddock do Campeonato do Mundo de MotoGP reuniu-se hoje no Circuito de Sepang e prepara-se para se mostrar na sua plena força para mais um fim-de-semana de acção intensa dias após chegarem a Sepang vindos da jornada japonesa. Enquanto isso, e sob uns esgotantes 94% de humidade e 30º, alguns pilotos de MotoGP aproveitaram para se refrescarem a bordo de um Powerboat F1 na capital Kuala Lumpur. John Hopkins, Makoto Tamada, Loris Capirossi, Ruben Xaus e James Ellison mataram a fome de velocidade a 256 km/h, na água, numa máquina comandada por Guido Cappellini, oito vezes Campeão do Mundo da modalidade.

No circuito, Valentino Rossi manteve-se com os pés em terra firme enquanto delineou os objectivos para a 13ª jornada da época. O italiano necessita de um resultado entre os quatro primeiros para garantir o quinto título Mundial consecutivo, mas pode também garantir o mesmo objectivo se terminar com menos 12 pontos que o seu rival Max Biaggi nesta prova. Contudo, o Campeão do Mundo insiste em averbar mais uma vitória, isto depois de ter perdido a primeira oportunidade de fechar as contas do Campeonato em Motegi há quatro dias.

"Sepang é uma das minhas pistas preferidas", disse Rossi. "A moto funcionou muito bem aqui durante os testes de Inverno apesar dos pequenos problemas que sentimos na altura, mas já fizemos muitos progressos desde então, pelo que estou interessado em ver como correm as coisas desde sexta-feira. No que respeita ao Campeonato, é claro que queria ganhar em Motegi, mas tal não aconteceu e ainda temos mais cinco corridas. Não sinto mais pressão que antes e vou correr para ganhar todas as provas. É certo que o Max Biaggi vai estar forte outra vez, mas esta temporada têm sido sempre pilotos diferentes a estar no ritmo em todas as jornadas, como foi o caso do Loris Capirossi no Japão".

Biaggi consolidou mais o segundo posto no campeonato com o segundo pódio consecutivo em Motegi. O italiano tem 16 pontos de vantagem sobre Colin Edwards e 23 sobre o compatriota Marco Melandri, que se juntou a longa lista de pacientes na Clínica Móvel hoje. Melandri passou a semana numa cadeira de rodas depois de sofrer uma ferida profunda no pé em resultado da colisão com Rossi no passado domingo e não deverá rodar até sábado de manhã.

"Deixaram-me voar na segunda-feira e para ser franco foi um voo confortável e sem problemas", disse Melandri. "Agora a lesão não me está a doer, mas sei que vai ser difícil na moto. Talvez tente rodar no sábado, mas tenho muitos pontos e o pé ainda um bocado inchado. Não sei se vou ter a força necessária para controlar a moto".

Tags:
MotoGP, 2005, MARLBORO MALAYSIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›