Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Reacções dos pilotos depois do primeiro dia

Reacções dos pilotos depois do primeiro dia

Reacções dos pilotos depois do primeiro dia

Valentino Rossi, Gauloises Yamaha – 1º, 1m58,714s
"É claro que eu e a equipa agora estamos mais tranquilos, já que garantimos o Campeonato do Mundo", disse Rossi, que foi um dos pilotos a ir à gravilha enquanto tentavam descobrir os limites do circuito pela primeira vez nesta temporada. "Tivemos muitos problemas nas duas últimas corridas. Foi difícil e nunca encontrámos uma boa afinação para a moto, mas aqui, da parte da tarde, encontrámos um bom caminho. As condições da pista estão melhores que no ano passado – ainda não estão a 100%, mas comparando com o primeiro treino livre de 2004 temos mais aderência. Desde que não haja vento nem chuva durante a noite as coisas devem melhorar ainda mais até sábado".

Toni Elias, Fortuna Yamaha – 2º, 1m58,860s
"Depois do Japão não estava muito contente e na Malásia fizemos bom trabalho porque decidimos testar algo novo. A mudança radical ajudou muito e conseguimos aplicá-la aqui. Estou surpreso, mas creio que o pedíamos ter feito antes. Não posso pedir mais. MotoGP é uma categoria difícil e as coisas mudam muito de um circuito para outro, mas espero que agora continuem assim. Quando começamos a rodar bem tiramos mais partido de tudo, as coisas tornam-se mais fáceis. Aconteceram coisas similares em outras temporadas com a afinação do chassis por um motivo qualquer. Quando encontramos um bom centro de gravidade – isto é, quando rodamos rápido. O segundo lugar de hoje não garante nada, vou continuar a esforçar-me amanhã".

Nicky Hayden, Repsol Honda – 3º, 1m59,044s
"Estivemos muito fortes esta manhã. Há umas semanas que precisava disto. Se ficarmos para trás logo no início aqui depois temos de tentar apanhar os da frente durante todo o fim-de-semana. Gosto desta pista. O desenho é muito bom. Tem curvas rápidas divertidas. Também me faz lembrar os tempos em que corria em pistas de terra onde tínhamos de rodar nos trilhos. É manter a linha e não escorregar! Estava muito vento esta tarde e isso tornou mais difícil manter as trajectórias. A nossa velocidade está um pouco baixa, mas podemos trabalhar nisso. Fizemos bons progressos hoje – estou realmente contente por ter tido algum tempo para testar no primeiro dia – só temos de continuar a melhorar as coisas amanhã".

Loris Capirossi, Ducati Marlboro – 4º, 1m59,152s
«Está tudo a correr bem. A pista está muito melhor agora do que no ano passado. Testámos alguns pneus hoje e parece que a Bridgestone deu grande passo em frente com os pneus frontais, isto comparado com os testes que efectuámos aqui. Agora os frontais estão melhor à entrada e durante as curvas".

Tags:
MotoGP, 2005, MARLBORO GRAND PRIX OF QATAR, FP2

Outras actualizações que o podem interessar ›