Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Elias continua insatisfeito não obstante o bom resultado

Elias continua insatisfeito não obstante o bom resultado

Elias continua insatisfeito não obstante o bom resultado

Incomodado nas últimas corridas pela lesão no pulso que o persegue desde Le Mans, Toni Elias voltou a estar em boa forma este passado fim-de-semana em Losail. O rookie obteve o seu melhor resultado no ano na pista do Qatar, sendo oitavo com a sua Yamaha YZR-M1.

O piloto catalão mostrou ao que vinha desde o primeiro dia de treinos, realizando o segundo melhor tempo no primeiro dia, e qualificando em nono no dia seguinte. Efectuou uma corrida limpa, tendo lutado em pista com Shinya Nakano e Alex Barros e, dessa forma, lograr cruzar a linha de meta com a sua melhor classificação de sempre em MotoGP. Contudo, o piloto da equipa Fortuna Yamaha não se mostra muito satisfeito com o feito e prefere apontar qual o caminho a seguir para que possa subir ainda mais algumas posições.

"Não estou satisfeito – este fim-de-semana correu-nos bem, porque conseguimos iniciá-lo bem, mas haverá um momento em que os outros vão progredir mais do que eu," disse Elias, que ocupa actualmente o 15º posto no campeonato com 51 pontos. "Temos de estar atentos a isso. No início de cada corrida é sempre difícil para mim rodar com o tanque cheio, e como tal temos de encontrar uma melhor afinação. Há medida que o tanque esvazia, consigo andar mais depressa e acompanhar os da frente, mas por vezes já é tarde. Gradualmente, acho que estamos a resolver este problema."

O director da equipa Fortuna Yamaha, Hervé Poncharal, mostrou-se satisfeito com este resultado, mas também com a atitude do seu piloto.
"O Toni nunca está satisfeito e isso é muito bom," disse o francês. "Mas foi um fim-de-semana muito bom para ele. Desde o início se sentiu bem com a moto neste circuito, e mostrou que era rápido desde a primeira sessão de Treinos Livres. Não tivemos sorte com alguns problemas técnicos durante a qualificação, mas ser 9º na grelha não é assim tão mau. No que toca à corrida, no início foi difícil manter o ritmo com o tanque cheio, mas depois a coisa correu bem. Foi sem dúvida a sua melhor corrida. Se continuar assim nas próximas corridas, estou certo que conseguirá ainda melhores resultados."

Tags:
MotoGP, 2005, MARLBORO GRAND PRIX OF QATAR, Toni Elias

Outras actualizações que o podem interessar ›