Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Losail põe termo à série de vitórias da Ducati Marlboro

Losail põe termo à série de vitórias da Ducati Marlboro

Losail põe termo à série de vitórias da Ducati Marlboro

Depois de vencer as duas corridas anteriores, Loris Capirossi não consegui realizar o hat-trick para a equipa Ducati Marlboro na corrida que teve lugar este fim-de-semana em Losail, Qatar. O italiano foi vítima da traiçoeira superfície da pista de Losail depois de largar da pole e de estar na frente no final da primeira volta. Capirossi acabou por ter uma ligeira saída de pista que o fez terminar a corrida em 10º. As condições não poderiam ter sido piores para os pilotos – uns sufocantes 39 graus Centígrados e um vento forte fizeram que a corrida fosse particularmente difícil.

"Já sabíamos que seria uma pista difícil para nós, mas o mais importante é que logrei terminar a somar pontos para a luta pelo segundo lugar," disse o italiano. "A Bridgestone deu-nos um bom pneu da frente, mas tivemos problemas com o traseiro. Comecei a corrida nas calmas, mas após quarto ou cinco voltas comecei a perder muita aderência no pneu traseiro. Não estava a derrapar, mas estava a perder aderência na entrada das curvas, e foi isso que me fez ir à gravilha."

O seu colega de equipa, Carlos Checa, teve uma corrida sem sobressaltos, acabando por terminar em sexto, apenas seis dias após ter conquistado o seu primeiro pódio do ano no Marlboro Malaysian Grand Prix. Largando da segunda fila, o espanhol era oitavo após duas voltas, conseguindo subir a sexto, quando estavam decorridas dois terços de prova.

"Talvez o resultado não seja assim tão bom mas acho que nos podemos dar por satisfeitos dadas as circunstâncias," disse o espanhol. "Quando aqui chegámos em Março tivemos problemas com pneu da frente, daí que a Bridgestone tenha feito um significativo avanço nesse campo e sei que vão melhorar ainda mais. Utilizei um pneu dianteiro diferente daquele que havia experimentado no warm-up, escolhi um pneu mais duro. Daí a razão de não ter conseguido andar tão rápido no início. Ainda assim permitiu-me ter um ritmo de corrida bom e consistente mais para o final da prova."

Tags:
MotoGP, 2005, MARLBORO GRAND PRIX OF QATAR, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›