Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi: "Foi o pior acidente da minha carreira"

Capirossi: 'Foi o pior acidente da minha carreira'

Capirossi: "Foi o pior acidente da minha carreira"

Na sequência de lhe ter sido dada alta médica do Hospital Cabrini em Melbourne, Loris Capirossi deixou a Austrália e após um voo que durou cerca de 28 horas, incluindo 24 no ar, com paragens no Dubai e em Roma, aterrando finalmente no aeroporto de Rimini às 14h45m de segunda-feira. O piloto da Ducati Marlboro Team foi imediatamente transferido para o Hospital de Imola numa ambulância tendo sido assistido pelo médico Cláudio Costa.

"Chegámos finalmente a Itália e posso agora encetar a minha recuperação," disse Capirossi, acompanhado pela sua mulher Ingrid, ao aterrar no aeroporto de Rimini. "O meu regresso a Itália foi muito bem organizado pela Ducati, e agora mal posso esperar para poder tirar este tubo do meu peito, que me causa desconforto, e assim começar a tratar o pulmão."

"Sei que estou em boas mães e desde já gostaria de agradecer à equipa médica da Clinica Mobile, ao Dr. Corbascio, que me acompanhou desde Melbourne, e ao Dr. Costa, que me foi esperar ao aeroporto com tudo preparado para me levar até ao aeroporto."

"Foi um acidente aparatoso, provavelmente o pior da minha carreira, mas estas coisas podem suceder. Apenas quando cheguei ao Hospital e começaram a entubar-me, tomei consciência da gravidade da situação: Doía-me imenso. Ainda não sei quando estarei apto a pilotar de novo; se fosse assim tão simples, deixaria isto tudo e partiria já hoje para a Turquia, mas ainda é muito cedo para fazer planos."

Capirossi vai continuar no Hospital de Imola nos próximos dias, onde vai ser mantido sob observação para evitar o agravamento da lesão.

Tags:
MotoGP, 2005, POLINI AUSTRALIAN GRAND PRIX, Loris Capirossi

Outras actualizações que o podem interessar ›