Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos Repsol Honda com diferentes objectivos para Sepang

Pilotos Repsol Honda com diferentes objectivos para Sepang

Pilotos Repsol Honda com diferentes objectivos para Sepang

Os dois pilotos da Repsol Honda serão Nicky Hayden e Dani Pedrosa para 2006, sendo que ambos abordam os testes de Sepang com diferentes objectivos. O ex campeão americano de Superbike, Hayden, já um veterano com três anos no MotoGP, arca com grande parte dos objectivos deste teste em Sepang, já que o seu novo colega de equipa, actual duplo Campeão do Mundo de 250cc, Pedrosa, irá continuar a sua adaptação à moto. Hayden, que completou 52 voltas ao circuito da Malásia, testou uma combinação com os últimos desenvolvimentos ao nível do chassis da HRC com um leque alargado de pneus dianteiros e traseiros.

"Têm sido bons dias de trabalho. Tivemos bom tempo esta tarde, tendo continuado a adiantar serviço", disse Hayden. "Houve algumas coisas das quais gostei imenso na moto hoje. Experimentámos algumas alterações ao nível do chassis e isso ajudou imenso ao comportamento da moto em curva. Em suma a moto está melhor e isso é bom para a minha confiança. Testámos igualmente alguns pneus da Michelin, que parecem muito bons. Em cada teste temos de trabalhar muito e ser cada vez mais consistentes. Há muita gente a trabalhar neste teste e temos de tirar o máximo partido dele." Pedrosa passou o dia a amealhar o máximo de quilómetros possíveis com a moto de 990cc aumentando os seus índices de confiança à medida que o dia ia decorrendo. O Campeão do Mundo de 250cc pilotou um RC211V modificada para que possa estar mais ajustada à sua altura.

"Tentei sentir-me o mais confortável com a moto, em especial tentar encontra uma boa posição. Depois, o objectivo passava por andar o máximo de quilómetros e dar também algum retorno de informação à equipa, sobre o motor, chassis e pneus. Toda a equipa tem de aprender a trabalhar em conjunto e foi isso que tentámos fazer hoje também", comentou o piloto espanhol. "Estou muito mais confiante em comparação com o teste de Valência. Consegui travar muito melhor em situações quase limite do que da última vez. Apenas testámos dois tipos de borracha da Michelin. Não tenho experiência com os pneus da Michelin pelo que deixamos a Michelin porque eles sabem o que estão a fazer e quer eu quer o meu chefe de mecânicos, Michael Leitner, ainda nos falta algum conhecimento.

"O salto para o MotoGP é muito grande, muito maior do que das 125cc para as 250cc. Gosto de Sepang e isso é uma ajuda para este teste".

Tags:
MotoGP, 2005, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›