Compra de bilhetes
VideoPass purchase

GP de Portugal: Corrida

GP de Portugal: Corrida

GP de Portugal: Corrida

Todas as semanas, a secção "Reveja" irá dar-lhe a oportunidade de recordar todos os 17 Grandes Prémios do Campeonato do Mundo de 2005. No sábado, encontrará os melhores momentos das sessões de Treinos Livres e Qualificação, e no domingo, os melhores momentos da corrida. Esta semana, o motogp.com trá-lo de volta ao GP de Portugal de 2005, que teve lugar no Estoril.

O homem da Camel Honda, Alex Barros, fez o pleno no Estoril ao lograr a vitória no betandwin.com Grande Prémio de Portugal – a sua primeira vitória desde a corrida de Valência em 2002.

Largando da pole, Barros, passou para a liderança da corrida quando Sete Gibernau caiu na volta 17. Gibernau largou muito bem e rapidamente abriu uma vantagem sobre os seus mais directos adversários. Antes do espanhol cair, Barros era o único piloto a conseguir acompanhar o ritmo de Sete, enquanto que Rossi era um distante terceiro depois de uma luta com Max Biaggi no início da prova.

Um factor primordial no desfecho da prova foi a intermitência das condições climatéricas com a chuva a fazer a sua aparição na volta oito. Este facto mudou o rumo da corrida, dando às equipas a oportunidade destas trocarem para as motos com as afinações para molhado. Foi a primeira vez que a nova ‘bandeira branca' foi mostrada, mas nenhum dos pilotos da frente optou por vir às boxes.

Nos instantes finais da corrida, o ritmo diminuiu já que a aderência ia diminuindo. Vários pilotos caíram, incluindo John Hopkins e Troy Bayliss que abandonaram na sequência de quedas. Colin Edwards conseguiu regressar à prova depois de uma incursão for a da pista. O Americano estava em luta directa com Marco Melandri, que acabaria por ser quarto. O italiano teve igualmente de defender a sua posição de Carlos Checa, que largou mal apesar de se ter qualificado na primeira fila.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›