Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Estreantes australianos: Vermeulen e Stoner

Estreantes australianos: Vermeulen e Stoner

Estreantes australianos: Vermeulen e Stoner

Chris Vermeulen e Casey Stoner vão tentar seguir os paços das lendas australianas de MotoGP comoMike Doohan e Wayne Gardner agora que se preparam para entrar no Campeonato do Mundo de MotoGP de 2006 com a Suzuki e Honda Pons, respectivamente, para o seu primeiro anon a categoria rainha.

O jovem de 23 anos Chris Vermeulen, como muitos outros compatriotas, começou a correr na terra antes de passar para as pistas com máquinas de 250cc e 600cc no Campeonato Australiano. Em 2000 a jovem estrela de Brisbane foi visto pelo antigo Campeão do Mundo Barry Sheene que o encorajou a continuar a sua carreira na Europa.

A correr Inglaterra, Vermeulen revelou-se um sucesso imediato, somando vitórias nas classes de Supersport e Superstock. Em 2001 passou para o Mundial de Supersport, Campeonato que venceu em 2003 antes de subir para as SBK. Mais uma vez, progrediu com rapidez e mostrou-se sério candidato ao título depois de quatro vitórias na primeira temporada no Mundial de SBK e continuou a progressão em 2005, garantindo o vice-campeonato.

Em 2005 Vermeulen também fez algumas corridas de MotoGP no lugar do lesionado Troy Bayliss na Camel Honda. Falhou os dez primeiros em casa, em Phillip Island, e na Turquia, mas mostrou-se merecedor de rodar na categoria rainha. Em 2006 vai rodar ao lado de John Hopkins na Suzuki, formando uma das mais emocionantes duplas da grelha de MotoGP.

O seu jovem compatriota Casey Stone vai correr ao lado de Carlos Checa, um dos pilotos mais experientes do pelotão, aos serviços da Honda Pons. Comparado com Vermeulen, Stoner pode ter menos experiência de máquinas a 4 Tempos, mas deve compensar essa fraqueza com o facto de conhecer muito bem as pistas onde vai correr.

Tal como Vermeulen, Stoner teve de vir para a Europa para concretizar o sonho de alinhar nos Grandes Prémios, correndo primeiro nos Campeonatos de Espanha e de Inglaterra de 125cc sob a tutela de Alberto Puig antes de se estrear no Campeonato do Mundo de 250cc na equipa de Lucio Cecchinello.

Este ano terminou em 12º, com um quinto posto em Brno, República Checa, como melhor resultado. Em 2003 passou para as 125cc e somou quatro pódios e a sua primeira vitória num GP em Valência. No ano passado continuou a carreira nas 125cc, mas com a Red Bull KTM Team. Apesar de grande potencial não conseguiu lutar pelo título numa temporada marcada por quedas e problemas mecânicos. Em 2005 regressou às quarto de litro, de novo com a formação de Lucio Cecchinello. Stoner apresentou mais consistência no seu ritmo e tornou-se no principal rival de Dani Pedrosa somando cinco triunfos ao longo da época, mas uma queda em Phillip Island negou-lhe a possibilidade de lutar pelo ceptro até ao final da temporada.

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›