Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bradley Smith vai alinhar no Campeonato do Mundo de 125cc

Bradley Smith vai alinhar no Campeonato do Mundo de 125cc

Bradley Smith vai alinhar no Campeonato do Mundo de 125cc

Bradley Smith, jovem de 15 anos de Oxfordshire, vai ter a oportunidade da sua vida. Este ano a o adolescente residente em Garsinton vai competir no Campeonato do Mundo de 125cc, categoria onde começaram a correr os Campeões do Mundo Valentino Rossi, Dani Pedrosa e Marco Melandri.

A sua entrada para o Campeonato do Mundo foi divulgada em Espanha na passada sexta-feira e surgiu na sequência dos impressionantes resultados apresentado no final da temporada passada na qual, na altura ainda com 14 anos, Smith ganhou as últimas três rondas do Campeonato de Espanha de 125cc. A correr pela equipa MotoGP Academy, Smith concluiu a temporada em segundo num Campeonato conhecido por ser muito competitivo. No início da época também tinha ganho uma jornada do Campeonato Britânico em Oulton Park.

"Está a acontecer tudo muito depressa, mas vou assumir o meu lugar, tentar não me deixar levar pelos sonhos e encarar o desafio de mente aberta", revelou o adolescente já a caminho de Espanha para se submeter a exames médico uma semana antes de iniciar os primeiros dois dias de testes no Circuito da Catalunha, em Barcelona. "Estou desejoso pelo teste e este vai ser um ano de muita aprendizagem para mim, vai quase como recomeçar do zero."

Smith, que só começou a correr provas de velocidade depois de partir a perna num acidente de motocross há uns anos, foi colocado numa equipa Honda de topo para a estreia no Mundial. É o único piloto na formação apoiada pelo gigante espanhol do petróleo, a Repsol, e gerida por Alberto Puig. A antiga estrela dos Grandes Prémios fundou a MotoGP Academy e foi também a mente por trás dos três ceptros mundiais de Pedrosa. Este ano o Campeão do Mundo de 250cc estreia-se na categoria de MotoGP.

As 16 rondas do Campeonato do Mundo de 125cc visitam 14 países diferentes, incluindo China, Qatar, Turquia, Malásia, Austrália e Japão ao longo de sete meses de muita actividade e viagens por todo o mundo.

O calendário muito preenchido significa que Smith vai perder várias aulas na sua escola de Wheatley, mas o piloto conta com o total apoio da instituição de ensino para esta sua aventura mundial.

"Tive as notas que esperava na escola este ano e disse-lhes que pretendo manter o mesmo nível enquanto estiver no mundial", explicou o jovem estudante que se estreia nos GP's a 26de Março em Jerez, Espanha. "A escola disse-me que estava feliz por mim, mas creio que não entendem tudo a 100%."

Foto 1: Bradley Smith a caminho da vitória em Espanha na temporada passada. Foto 2: Bradley Smith (à direita) cumprimenta Raul Jara, Director da MotoGP Academy. Barcelona, sexta-feira passada.

Tags:
125cc, 2006, Bradley Smith, Stefan Bradl

Outras actualizações que o podem interessar ›