Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Chuva em Phillip Island altera planos de testes de equipas do MotoGP

Chuva em Phillip Island altera planos de testes de equipas do MotoGP

Chuva em Phillip Island altera planos de testes de equipas do MotoGP

O segundo dia de testes de MotoGP na Austrália foi marcado devido à chuva que cai no circuito de Phillip Island desde esta manhã. A chuva obrigou as equipas a levarem a cabo um sessão orientada para os testes de pneus e avaliação do comportamento das motos nas difíceis condições em que a pista se encontrava.

Durante a tarde deste segundo dia de testes as condições do asfalto melhoraram, situação utilizada por pilotos e equipas para experimentarem diferentes compostos de borracha. No entanto, a chuva intensa que voltou a cair no final dia forçou à conclusão dos testes.

As condições climatéricas adversas encurtaram assim a sessão e reduziram drasticamente o número de voltas e quilómetros feito por cada piloto. Sete Gibernau, por exemplo, nem sequer chegou a sair para a pista. O espanhol viu as condições da pista e ficou no paddock todo o dia preferindo não correr riscos desnecessários com a sua GP06. O seu colega de equipa, Loris Capirossi, cumpriu apenas dez voltas para avaliar os compostos da Bridgestone.

Randy de Puniet, um dos pilotos que mais rodou neste segundo dia de testes, sofreu uma queda que o obrigou a utilizar a moto de reserva, não tendo, no entanto, ferimentos a registar.

Algumas equipas nem sequer anotaram os tempos registados já que dão pouco valor aos resultados obtidos nestas condições. As previsões indicam uma melhoria das condições climatéricas para o terceiro e derradeiro dia de testes em Phillip Island, mas o risco de chuva continua.

Tags:
MotoGP, 2006

Outras actualizações que o podem interessar ›