Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capacetes

Capacetes

Capacetes

Num desporto onde os participantes atingem velocidades impressionantes, embater no chão numa área igual à de um cartão de crédito faz com que a segurança seja de enorme importância. Principalmente no que respeita à cabeça.

Os pilotos não escolhem os capacetes de uma qualquer prateleira para os utilizarem nos Grandes Prémios. O equipamento de protecção usado é desenhado em exclusivo para cada um deles tendo em conta a forma das suas cabeças e o tamanho. Tudo isto levado a cabo por uma equipa de técnicos especializados. Duas das marcas que estão na frente do desenvolvimento nesta área são a Arai e a Shoei. Na secção Por Dentro do MotoGP, do Canal de MotoGP, desta semana pode encontrar duas entrevista exclusivas com funcionários das duas marcas.

Não perca os vídeos e as transcrições desta interessante viagem aos bastidores do mundo da tecnologia de segurança.

Arai

"Os pilotos não necessitam de se comprometer connosco. Neste momento os funcionários estão a limpar as protecções faciais e os visores apenas para ajudarem à concentração dos pilotos."

"Normalmente cada piloto tem pelo menos quatro capacetes, um deles com especificações de chuva e modificado para evitar embaciamento."

"Desde 1980 que somos dos principais fabricantes de capacetes para Grandes Prémios e agora já estamos em todas as corridas da Europa ao Japão e Austrália."

"É um trabalho muito duro, há muitas pessoas a trabalhar aqui, mas os poucos que vivem longe por vezes estão muito ocupados e ficam muito cansados. É bom ter tanta gente a trabalhar connosco e toda a informação que recolhemos dos pilotos ajuda-nos a melhorar os produtos que temos disponíveis ao público."

"Os pilotos preocupam-se muito com o embaciamento. Incialmente era o peso que os preocupava, queriam capacetes mais leves, mas agora centram-se mais na forma e no tamanho."

Shoei

"Olá, sou o Tomi Hasegawa e trato dos capacetes para pilotos como o Dovizioso, Porto e Locatelli."

"Isto é um secador de capacetes. Quando os pilotos chegam depois de cada sessão os capacetes estão muito molhados por dentro e esta máquina ajuda-nos a secá-los."

"Este é o capacete que o Daijiro Kato utilizou na temporada de 2003. Ele deu-nos o capacete no final da temporada. Este número 73 tatuado no meu pulso significa que ele estará sempre a trabalhar connosco."

"Isto é uma película projectada para evitar nevoeiro no visor."

Tags:
MotoGP, 2006

Outras actualizações que o podem interessar ›