Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Camel Yamaha quer dar a volta por cima

Camel Yamaha quer dar a volta por cima

Camel Yamaha quer dar a volta por cima

A Camel Yamaha Team viaja até Losail este fim-de-semana com o objectivo de recuperar os pontos e o orgulho perdidos em Jerez. O GP do Qatar é a oportunidade ideal para dar a volta por cima, com Valentino Rossi e Colin Edwards a terem estado muito bem nos testes de Inverno realizados em Losail em Fevereiro, último.

Depois da corrida de Jerez, a equipa realizou um dia de testes no circuito espanhol, o que deu à equipa a hipótese de continuar a trabalhar nos problemas de vibração que afectam a M1, sendo que no final do dia as caras dos homens da Yamaha indiciavam que tinha sido uma jornada positiva. De todas as formas, as vibrações foram pouco sentidas quando a equipa testou no Qatar em Fevereiro, pelo que a Yamaha espera poder obter bons resultados naquela que será a segunda corrida da temporada.

Tendo tido lugar em Outubro nos dois últimos anos, seria de esperar que este ano por se realizar na Primavera as temperaturas fossem um pouco mais frescas mas, com as previsões a assinalarem que o mercúrio pode subir aos 30º, este fim-de-semana promete ser bastante difícil para os pilotos.

Valentino Rossi mal pode esperar por voltar a competir este fim-de-semana depois de Jerez que foi o seu pior GP de sempre na Classe rainha do MotoGP. Após ter sido abalroado por Toni Elias na primeira curva do circuito, Rossi não conseguiu aumentar o seu recorde de cinco vitórias consecutivas na primeira ronda do ano da classe rainha, mas ao mesmo tempo sabe que a melhor maneira de esquecer esta situação é vencer no Qatar.

"Depois de um mau início de temporada, estou ansioso por ir para o Qatar e apagar as más memórias!" disse Rossi. "A nossa moto esteve impecável quando estivemos no Qatar em testes, pelo que esperamos que o mesmo suceda desta vez. É verdade que também sentimos alguma vibração, mas apenas em alguns locais da pista e perfeitamente suportável. A nossa moto foi muito rápida no Qatar desde o primeiro dia e isso é que interessa.

"A minha vitória do ano passado no Qatar foi, provavelmente a corrida mais entusiasmante da temporada para mim, já que dei sempre o máximo e tive uma excelente luta em pista com o Melandri. Espero que possamos ter uma boa corrida este ano, e claro que conto vencer para dar a volta por cima do mau resultado de Jerez. O Qatar é uma corrida complicado por causa do calor, mas é uma pista fantástica e gosto imenso dela."

Colin Edwards tem também razões por esperar pelo Qatar depois de ter tido muitos problemas de afinação em Jerez. O Tornado Texano está ansioso por voltar à pista com a YZR-M1 depois de no passado no mês passado ter levado para casa um novíssimo BMW, prémio atribuído ao mais rápido nos Testes Oficiais realizados na Catalunha.

"Para ser honesto, queria que Jerez terminasse o mais rapidamente possível, já que foi um fim-de-semana de pesadelo para nós," disse Edwards, que terminou nos pontos em todas as corridas desde o segundo lugar do Qatar em 2004 – uma série de 21ª classificações entre os 15 primeiros. "As coisas não correram bem desde início e a nossa sorte não poderia ter sido pior na corrida mas é chegada a altura de virar a página. Acredito na moto e na equipa e sei que podemos dar a volta por cima no Qatar. Apenas tenho de olhar para o outro lado da box para saber que o problema não sou eu, já que o Valentino também estava com problemas e como tal a minha confiança está em alta´.

Tags:
MotoGP, 2006, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR

Outras actualizações que o podem interessar ›