Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo reclama segunda vitória no Qatar

Lorenzo reclama segunda vitória no Qatar

Lorenzo reclama segunda vitória no Qatar

Jorge Lorenzo reclamou a sua segunda vitória consecutiva no Grande Prémio do Qatar, começando a temporada de 2006 da melhor forma e contando com agradável vantagem na liderança do campeonato. O piloto da Fortuna Aprilia bateu o italiano Andrea Dovizioso após aceso combate entre os dois ao longo da corrida. Lorenzo, que largou da pole, perdeu algumas posições na partida, mas encetou espectacular recuperação.

Na nona volta começou a perseguir Dovizioso que, até esse momento, tinha tentado afastar-se, mas sem sucesso. No final o duelo entre os dois foi decidido na última volta mas, apesar de ter sido ultrapassado pelo italiano, Lorenzo lutou para cruzar a linha de meta em primeiro. Depois da sua vitória em Jerez e agora no Qatar, Lorenzo soma 50 pontos, mais 14 que o seu mais próximo rival, Dovizioso.
Por seu lado, Hector Barberá falhou o pódio ao ser ultrapassado por Roberto Locatelli na última curva. O piloto de Valência foi terceiro durante a maior parte da corrida, mas acabou por não conseguir manter a posição numa prova difícil devido ao muito vento que se fazia sentir.

Jorge Lorenzo

"Pensava que não ia conseguir. Estar na frente ao longo de tantas voltas não é bom porque o piloto que vai atrás pode prestar atenção e escolher o melhor momento para atacar. Tentei passar o Dovizioso, mas não consegui, o que me preocupou porque ele é um piloto muito inteligente que pode tirar vantagem a qualquer momento. Mas ganhei de novo aqui, tal como fiz nas 125cc há dois anos apesar de o nível hoje ter sido um pouco mais alto. O vento tornou as coisas difíceis, mas o importante é que somamos duas vitórias e temos alguma vantagem no campeonato. A equipa está a trabalhar na perfeição e agora é uma questão de mantermos o mesmo nível."

Hector Barbera

"Deixei fugir uma posição no pódio e não estou contente. Tive muitos problemas com a o vento no warm-up, com a moto a saltar muito, o que me obrigou a fazer algumas alterações na afinação. Foi uma pena porque em condições normais, como ontem, tínhamos uma afinação muito boa e que nos dava a possibilidade de ganhar. Na corrida em si, o Locatelli tocou-me, ficou com a minha trajectória e ficou com o meu lugar no pódio. Creio que fui muito passivo nessa manobra e vou tentar ser mais agressivo nas corridas que ainda temos pela frente. Agradeço-lhe o facto de me ter pedido desculpas no final, admitindo que esteve nos limites do que é legal. Já fizemos duas corridas e falhei o pódios por igual número de vezes, agora espero que as coisas mudem na Turquia."

Dani Amatriain: Director Desportivo

"Estamos muito contentes e só não estamos mais porque o Hector não se juntou ao Jorge no pódio. O Lorenzo fez uma grande corrida em condições difíceis e rodou a boa velocidade. As 250cc são muito competitivas e estão cada vez melhores, apesar do facto do ex-campeão ter mostrado alguma falta de desportivismo."

Tags:
250cc, 2006, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Jorge Lorenzo

Outras actualizações que o podem interessar ›