Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Uma excelente dobradinha para a Repsol Honda

Uma excelente dobradinha para a Repsol Honda

Uma excelente dobradinha para a Repsol Honda

A equipa Repsol Honda celebrou uma excelente dobradinha no GP da China com o rookie Dani Pedrosa a lograr a sua primeira vitória em MotoGP naquela que foi apenas a sua quarta corrida na categoria. A imaculada performance do espanhol na corrida de 22 voltas fez dele o Segundo mais jovem piloto a vencer uma prova da classe rainha. O colega de equipa de Pedrosa, Nicky Hayden, esteve sempre atrás de si, terminando num bem perto segundo lugar e aumentando com isso a sua vantagem na tabela classificativa.

Numa excelente corrida, Pedrosa largou mal desde a pole, terminando a primeira volta em quinto, mas rapidamente começou a recuperar posições com uma série de voltas rápidas. À nona volta passou John Hopkins em Suzuki e uma volta depois assumiu a liderança ao ultrapassar Colin Edwards em Yamaha.

Hayden foi sempre a sombra de Pedrosa durante toda a corrida, com a diferença entre ambos a ser sempre muito diminuta. O americano tentou colocar pressão no seu colega de equipa e actual Campeão do Mundo de 250cc mas este não falhou, terminando a corrida com um segundo e meio de vantagem sobre Hayden, e com isso a equipa Repsol Honda obteve a sua primeira dobradinha desde o GP da Catalunha de 2002. Colin Edwards foi terceiro.

Hayden aumentou a sua vantagem no Campeonato do Mundo para 13 pontos com o seu mais directo rival a sentir algumas dificuldades na pista chinesa. Hayden mostrou ser muito rápido a juntar à impressionante consistência na evolução da RC211V. Este segundo lugar foi o seu oitavo pódio consecutivo. Pedrosa sobe a terceiro no campeonato com 15 pontos.

Dani Pedrosa

"Este é um resultado excelente para mim e para toda a equipa Repsol Honda. Toda a equipa tem vindo a trabalhar muito e foi um excelente resultado para ambos os pilotos – pelo que estou muito contente. A corrida foi dura e o ritmo elevado, mas as condições hoje foram boas e pude manter um bom ritmo. Os pneus estiveram muito bem e tenho de agradecer à Michelin por isso. Larguei bem, mas travei tarde demais na primeira curva e com isso saí largo. Tive de abrir a trajectória e com isso perdi alguns lugares. Mas consegui ir recuperando posições. Uma vez na liderança estava sempre a olhar para o pit board e via zero vírgula qualquer coisa. Estava a tentar manter a vantagem mas não era fácil porque o Nicky estava cada vez mais rápido e os pneus estavam a perder aderência. Vencer é sempre muito especial já que o nível em MotoGP é muito alto, daí que esta vitória seja muito especial."

Nicky Hayden

"Tentei andar mais rápido a cada volta e com isso pressionar o Dani, mas ele manteve-se firme! Tenho de dar os parabéns ao Dani porque ele esteve realmente muito bem. Senti-me bem quando aumentei o ritmo, mas não era suficiente e também não queria cometer nenhum erro. Parabéns a toda a equipa Repsol Honda, já que o merecem mesmo. Tento ser consistente em todas as corridas e sessões de treinos, e conseguir os pódios e pontos sabe bem, mas quero realmente obter uma vitória. Quero pensar que essa vitória não está muito longe. É bom ter uma pequena vantagem no campeonato mas ainda é muito cedo. A Honda está na luta por este campeonato pelo que estou ansioso por ir para Le Mans já na próxima semana."

Tags:
MotoGP, 2006, POLINI GRAND PRIX OF CHINA, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›