Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Camel Yamaha regressa à Europa

Camel Yamaha regressa à Europa

Camel Yamaha regressa à Europa

A Camel Yamaha Team regressa a território europeu este fim-de-semana com o objectivo de voltarem a estar na luta pelos primeiros lugares do Campeonato do Mundo de MotoGP, depois do desapontamento que foram algumas das corridas fora do velho continente. O lendário circuito de Le Mans, que intermitentemente serviu de palco a uma prova do Campeonato do Mundo de MotoGP desde 1969, e que nas últimas seis temporadas tem recebido o MotoGP e este ano acolhe a quinta ronda de uma temporada em que quatro pilotos já festejaram vitórias. O actual Campeão do Mundo, Valentino Rossi, é um deles – a sua única vitória este ano no Qatar – mas espera poder colocar um fim a esta série de maus resultados já este fim-de-semana. Um acidente na primeira curva de Jerez e problemas técnicos das duas últimas rondas, em Istambul e Xangai fizeram com que o italiano tenha neste momento uma desvantagem de 32 pontos face ao líder do campeonato, Nicky Hayden (Honda). Mas a atenção do piloto será o tentar ultrapassar os problemas que têm impedido o desenvolvimento da versão de 2006 da YZR-M1. A pista tem 4,180m e trás boas memórias à equipa Camel Yamaha, com Rossi a lograr a pole position e o recorde da volta no caminho para a vitória o ano passado, altura em que o seu colega de equipa, Colin Edwards, também subiu ao pódio. Uma repetição deste resultado é o objective da equipa, com Edwards a conseguir subir pela primeira vez ao pódio esta temporada na passada semana na China, tendo igualmente aumentado a sua série de corridas em que terminou nos pontos para 25 25 – um número apenas antes conseguido pelas lendas do motociclismo, Mick Doohan, Wayne Gardner, Eddie Lawson e Valentino Rossi. Valentino Rossi: Uma altura crítica O Campeão do Mundo de MotoGP, Valentino Rossi, sabe que é chegada a altura de dar a volta à situação e começar a somar pontos e assim começar a defesa do título de Campeão do Mundo pelo quinto ano consecutivo. O italiano é sexto na tabela classificativa mas sabe que uma reviravolta na sorte servirá de empurrão para que consiga amealhar pontos e subir furos na classificação. "O passado domingo foi a segunda vez em quarto corridas em que não obtivemos pontos e em ambas as situações em situações que não controlo," afirma Rossi. "A sorte não tem estado do nosso lado e agora o que devemos fazer é resolver os problemas o mais cedo possível porque temos pela frente uma série de corridas importantes – começando por Le Mans. As próximas quarto ou cinco rondas na Europa são muito importantes e altura fundamental para quem tem pretensões a uma boa classificação esta temporada". "Temos coisas novas para experimentar em Le Mans pelo que espero possamos encontrar uma boa afinação de base e mesmo assim ter espaço para progredir ao longo do fim-de-semana. Os nossos adversários são bons pilotos e têm boas máquinas e temos de estar no nosso melhor para os conseguirmos bater. Já estou alguns pontos atrás do primeiro mas o campeonato é longo, tenho muita confiança na nossa equipa e temos tempo para colocar as coisas nos trilhos certos". "Le Mans não é uma das minhas pistas favoritas mas no ano passado as coisas correram bem. Fiz a pole position, a volta mais rápida e o Colin também subiu ao pódio, pelo que foi um fim-de-semana fantástico. Esperamos que este fim-de-semana possa suceder o mesmo." Colin Edwards: O objectivo é repetir o pódio Colin Edwards tem os olhos postos na possibilidade de conseguir mais um pódio em nove meses depois do terceiro lugar na China. Edwards esteve muito bem na quarta ronda de 2005, que teve lugar em Le Mans há um ano, quando liderou a corrida por várias voltas até ser ultrapassado por Valentino Rossi e Sete Gibernau. O texano espera poder estar no seu melhor para pelo menos repetir o resultado de há um ano. "Parece que me dou bem com as quartas corridas da temporada e estou muito contente por as coisas me terem corrido bem na China," sorriu Edwards. "O pódio do ano passado em Le Mans foi o início de uma série de bons resultados e espero que este ano as coisas sejam iguais. Não é novidade que temos tipo alguns problemas com a moto mas estamos a trabalhar nisso e já conseguimos mesmo vencer corridas e obter pódios e nessa altura já estávamos com problemas. Agora veja-se o que poderemos fazer com não os tivermos!" "Não gosto muito com o circuito de Le Mans – é quase sempre 'stop and go', como toda a gente diz, com travagens fortes, curvas apertadas e acelerações bruscas. Vamos ter de trabalhar no set up mas esta pista correu-nos bem o ano passado pelo que espero que possa ser fácil a nossa adaptação este ano e não tão crítica em termos de problemas como as anteriores corridas."

Tags:
MotoGP, 2006, ALICE GRAND PRIX DE FRANCE

Outras actualizações que o podem interessar ›