Compra de bilhetes
VideoPass purchase

O circuito de Mugello visto à lupa

O circuito de Mugello visto à lupa

O circuito de Mugello visto à lupa

Mugello é um dos maiores circuitos do calendário de MotoGP, com 5,245 metros. A pista italiana tem o mesmo comprimento e forma desde a sua concepção, com características muito próprias e chicanas rápidas que se combinam para fazer deste circuito um dos melhores para a prática do desporto motorizado.

Ainda que tenha quatro dessas chicanas, a pista é extremamente rápida. É assim necessário uma suspensão mais rija para as sessões mais rápidas, mas também a flexibilidade é um ponto-chave nas sessões mais lentas.

Encontrar a melhor afinação da suspensão é difícil, num circuito em que normalmente a entrada das curvas é a subir e a saída é a descer. A frente precisa de estar sob controlo por parte do piloto, em especial durante as descidas. Também importante são as elevadas velocidades que se atingem nas rectas, que requerem que o piloto se apoie bem nos travões no final das mesmas.

A geometria é extremamente importante em Mugello. Os "esses" irão separar os pilotos que possuam uma afinação equilibrada de quem não o consiga e é um dos pontos essenciais para se conseguir um bom tempo por volta em Mugello.

Num circuito tão rápido como o de Mugello, a velocidade de ponta é importante. A recta da meta permite que os pilotos atinjam velocidades até 300kmph.

Amanhã damos-lhe a oportunidade de conhecer melhor a pista quando formos "OnBoard" com Valentino Rossi, e acompanhados pelos comentários do Campeão do Mundo.

Tags:
MotoGP, 2006, GRAN PREMIO D'ITALIA ALICE

Outras actualizações que o podem interessar ›