Compra de bilhetes
VideoPass purchase

André Carvalho está cada vez mais perto de se qualificar no CEV

André Carvalho está cada vez mais perto de se qualificar no CEV

André Carvalho está cada vez mais perto de se qualificar no CEV

Apesar de ainda não ter conseguido uma marca que lhe permita alinhar na grelha de partida, a verdade é que André Carvalho continua a dar mostras de excelentes progressos no Buckler Campeonato de Espanha de Velocidade de 125cc. Depois de na primeira jornada da temporada em Albacete o jovem piloto da Jmic Repsol Honda ter ficado a quase dois segundos de entrar na grelha, desta feita no traçado mundialista de Jerez de la Frontera André Carvalho quedou-se apenas a um segundo de entrar na corrida.

Competindo naquela que é vista por todos como a porta de entrada para o Campeonato do Mundo de 125cc com a desvantagem de contar com uma máquina praticamente de série, o jovem André Carvalho conseguiu, ainda assim, tirar o melhor partido de várias melhorias levadas a cabo para rodar de forma consistente, primeiro no segundo 56, e depois já no segundo 55, assinando como melhor marca o tempo de 1m55,315s. Um resultado que deixa o piloto satisfeito.

"Apesar de sentir que estou a melhorar de todas as vezes que vou para a pista, reconheço que ainda tenho muito a aprender", adiantou Carvalho. "Como gosto muito deste traçado a minha adaptação acabou por ser mais fácil, o que me deixou também um pouco mais de tempo para trabalhar a suspensão e outros aspectos da moto. Estou cada vez mais perto de entrar na grelha e neste momento esse é o principal objectivo. Quando o concretizar poderei estabelecer nova meta. Mas a verdade é que estou contente por estar a mostrar melhorias consistentes", disse o único jovem português que defende as cores nacionais nesta temporada 2006 do CEV e que este fim-de-semana rodou a cerca de dois segundos do tempo de qualificação para o GP de Espanha que abriu a temporada de MotoGP em Jerez em Março passado.

Quem também estava satisfeito com o desenrolar deste fim-de-semana competitivo era João Morgado, Director Desportivo do Jmic Repsol Honda. "Para primeiro ano da equipa e do André no Campeonato de Espanha de 125cc temos de estar satisfeitos com os resultados apresentados. Temos ficado fora da grelha não por o André andar a apresentar tempos fora dos permitidos, mas antes porque são 50 pilotos a lutar por um dos 36 lugares disponíveis na grelha e o André este fim-de-semana fez a 41ª marca", começou por explicar Morgado.

"Agora já contamos com maior apoio por parte da HRC Espanha, pelo que, em conjunto com o nosso programa de desenvolvimento, creio que temos tudo para fazer o André correr. Este fim-de-semana já efectuámos várias afinações em termos de suspensões e iniciámos o desenvolvimento do motor. O André tem-se mostrado sempre muito consistente, rápido e tem ouvido sempre os conselhos que lhe são dados, o que me deixa muito satisfeito e confiante no futuro", rematou o Director Desportivo da única formação que milita no competitivo CEV nesta temporada.

Tags:
MotoGP, 2006

Outras actualizações que o podem interessar ›