Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Camel Yamaha espera continuar com vitórias

Camel Yamaha espera continuar com vitórias

Camel Yamaha espera continuar com vitórias

Depois do triunfo de Valentino Rossi em Mugello, a Camel Yamaha ruma a Barcelona com esperanças de se manter na senda dos triunfos.

Rossi viagem para Barcelona, uma das duas cidades preferidas de todo o mundo, depois de ter atingido várias marcas históricas com o seu 55º triunfo da carreira de MotoGP em Mugello. Além de se ter colocado à frente de Mick Doohan na tabela de pilotos com mais vitórias de todos os tempos, ocupando agora a segunda oposição atrás de Giacomo Agostini, Rossi pode agora juntar-se agora ao australiano como um dos dois únicos pilotos a somarem mais de 2000 pontos caso termine em segundo na Catalunha.

O companheiro de equipa de Rossi, Colin Edwards, também tem deixado a sua marca nos livros de história apesar de ainda não se ter apresentado no melhor da sua forma. Mesmo depois de ter ido à gravilha em Mugello, o texano conseguiu recuperar até ao 12º lugar, aumentando a sua sequência de corridas nos pontos para 27. Apenas Mick Doohan, ao lado de Wayne Gardner, Eddie Lawson e Valentino Rossi apresentam sequências mais longas. O objectivo de Edwards este fim-de-semana é celebrar a 28ª corrida nos pontos com um pódio.

A prova da Catalunha é uma onde Rossi tem obtido mais sucesso, sendo um de três circuitos onde já somou sete triunfos. Nas duas últimas temporada o italiano garantiu a vitória para a Yamaha e espera repetir o feito esta semana.

"Barcelona é sempre uma grande corrida para mim e ganhei aqui nos últimos dois anos com a Yamaha e espero voltar a fazê-lo de novo", diz Rossi. "No ano passado o Gibernau estabeleceu forte ritmo e dei 100% para o seguir. Depois estabeleci o melhor tempo a três voltas do fim, o que na pista da Catalunha é impressionante. Espero conseguir este tipo de performance da moto. Também costumo ser bem recebido em Espanha e é sempre um prazer correr lá."

"Estou desejoso por este fim-de-semana porque agora penso que finalmente chegámos onde devíamos com a moto. Trabalhou muito bem em Mugello no teste e afora penso que podemos mostrar que conseguimos lutar na frente e ganhar. Do ponto de vista técnico desde que chegou o novo chassis conseguimos voltar a rodar como no passado. Agora estamos muito rápidos, mas ainda é difícil ganhar corridas! Este campeonato está muito equilibrado entre a Ducati, Honda e a Yamaha e há ainda outros pilotos a bom nível, por isso vencer em Mugello foi muito importante para nós. Agora temos 11 corridas pela frente e temos de estar no pódio em todas elas."

Colin Edwards vai para a sétima ronda do campeonato refrescado e determinado depois de fraco conjunto de resultados no início da época. O norte-americano tem-se deparado com uma série de problemas e incidentes nas corridas mais recentes, mas as notícias da chegada do segundo chassis da YZR-M1, testado com sucesso em Mugello, vão dar-lhe grande motivação.

"Tenho ido à gravilha nas duas últimas corridas, mas terminei ambas nos pontos, por isso tenho de usar isso como impulso para melhorar nas próximas provas", admite Edwards. "Não vale a pena lamentar o que aconteceu – nunca o fiz e não vou começar agora. O positivo de Mugello foi a performance do novo chassis e estou mesmo desejoso por adaptar a afinação ainda mais em Barcelona. É mais um circuito rápido, por isso espero que a adaptação da moto seja também rápida para poder andar no ritmo desde o início."

Tal como Rossi, Edwards tem boas memórias do circuito da Catalunha, graças à performance apresentada nos Testes Oficiais de MotoGP da pré época onde assinou o melhor tempo na sessão de 45 minutos cronometrados e ganhou um BMW novo. "Parece que já foi há muito tempo, mas é verdade que nos demos muito bem lá com a primeira versão da moto. Fizemos progressos desde então, mas as condições vão ser muito diferentes agora, por isso temos de esperar para ver."

Tags:
MotoGP, 2006, GRAN PREMI CINZANO DE CATALUNYA, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›