Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Barbera: "Não há pressões quando voltar"

Barbera: 'Não há pressões quando voltar'

Barbera: "Não há pressões quando voltar"

A estrela espanhola das 250cc Hector Barberá deu hoje uma conferência de imprensa em Barcelona, local onde foi operado ontem à fractura do pulso. O piloto da Fortuna Aprilia estava acompanhado pelo Dr. Xavier Mir, o cirurgião que operou Barberá na Clínica Dexeus e que no ano passado tratou Toni Elías e Jorge Lorenzo.

O Dr. Mir disse que Barberá deverá regressar à pista quando estiver totalmente recuperado de acordo com o processo natural de cura da lesão contraída durante um treino com uma BTT. É quase 100% certo que o espanhol vai falhar as próximas duas corridas do calendário de MotoGP, mas o regresso em Assen não está totalmente posto de parte.

"É uma lesão muito frequente e na qual utilizámos uma placa de titânio para acelerar a cura. Para quem não trabalha com motos, não tem a mentalidade de um piloto, esta lesão teria um período de reabilitação de oito a dez semanas. Contudo, acredito que o Hector estará pronto para voltar a montar uma moto em três", disse o experiente cirurgião.

Esta lesão surge na altura mais inoportuna para Barberá, já que tem início um período de três corridas consecutivas. Contudo, como o próprio piloto disse "as lesões nunca surgem em boa altura. Tenho de recuperar totalmente para poder voltar a andar de moto nas melhores condições."

"Queria mesmo um bom resultado na Catalunha, mas agora tenho de pensar em Donington ou, na melhor das hipóteses, em Assen. Não quero ter grandes esperanças porque não quero estar numa moto sem estar suficientemente bem."

"Quando regressar não terei qualquer tipo de pressão porque os pilotos do topo já vão estar muito distantes. É por isso que só voltarei quando estiver em condições de lutar pela vitória."

Esta notícia é acompanhada por um vídeo da conferência de imprensa.

Tags:
MotoGP, 2006, GRAN PREMI CINZANO DE CATALUNYA, Hector Barbera

Outras actualizações que o podem interessar ›