Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP ruma a Donington para o GAS GP da Inglaterra

MotoGP ruma a Donington para o GAS GP da Inglaterra

MotoGP ruma a Donington para o GAS GP da Inglaterra

Apesar de marcar o final de uma sequência de três corridas seguidas em igual número de semanas, equipas e pilotos não se podem ainda dar ao luxo de contar com merecido descanso. O A-Style GP de Assen do fim-de-semana passado trouxe grandes emoções ao campeonato e haverá certamente mais surpresas no histórico circuito de Donington Park este fim-de-semana.

Nicky Hayden ruma a Inglaterra na liderança do Campeonato do Mundo, cortesia da primeira vitória do ano após o emocionante duelo com Colin Edwards em Assen. O Kentucky Kid lidera a tabela com 42 pontos de vantagem e tem o companheiro de equipa e estreante sensação Dani Pedrosa em segundo lugar.

Os terceiro, quarto e quinto lugares da classificação são ocupados por alguns dos lesionados de MotoGP. Loris Capirossi, Valentino Rossi e Marco Melandri estavam todos em dúvida para a última corrida; Capirossi e Melandri em resultado do acidente da Catalunha e Rossi devido a aparatosa queda na primeira sessão de treinos em Assen. Ainda assim, conseguiram alinhar na corrida holandesa, mostrando a garra de um piloto de MotoGP. Rossi é o "Rei de Donington" com cinco vitórias já somadas na categoria rainha, mas tem de recuperar rapidamente da fractura na mão contraída este fim-de-semana.

A tremenda estreia de Casey Stoner continua a impressionar com o jovem australiano a terminar em quarto no A-Style TT Assen depois de tremenda batalha com o rival Pedrosa.

Colin Edwards sofreu desgostosa queda na última curva do fim-de-semana, em consequência de arrojada manobra com vista à vitória a acabar por ser converter numa ida ao chão a poucos metros do final. Com o Texas Tornado desejoso pelo triunfo, Donington Park poderá ser a sua oportunidade de se redimir? Actualmente está com seis pontos de vantagem sobre Shinya Nakano na classificação, com o japonês a beneficiar do azar do norte-americano e a terminar em segundo na corrida. Kenny Roberts Jr e Makoto Tamada completam o Top 10.

Sete Gibernau vai ficar de fora pela segunda vez consecutiva enquanto recupera da operação à clavícula, sendo mais uma vez substituído por Alex Hofmann aos comandos da Desmosedici GP06. Ivan Silva volta a ocupar o lugar de Hofmann na Prama d'Antin.

Nas quarto de litro a luta pelo título está cada vez mais quente, com Andrea Dovizioso a contar apenas com seis pontos de vantagem sobre Jorge Lorenzo. Dovizioso tem subido ao pódio em todas as corridas da temporada, enquanto a vitória de Lorenzo no fim-de-semana passado dá pouca margem de erro ao italiano. O terceiro classificado Yuki Takahashi lidera grupo de pilotos muito consistentes, com Hiroshi Aoyama, Alex de Angelis e Roberto Locatelli todos separados por apenas oito pontos. Chaz Davies vai regressar às 250cc com a Molenaar Racing, depois de ir de bicicleta até Donington desde sua casa para ajudar a Riders for Health.

A importante vitória de Mika Kallio em Assen foi muito importante para a sua luta pelo ceptro, isto apesar de estar ainda a 47 pontos de Álvaro Bautista. O domínio matemático de Bautista na categoria não reflecte o quão renhidas têm sido as provas, que têm sido todas disputadas ao milésimo de segundo desde o início do ano. A Master MVA Aspar tem visto os seus pilotos lutarem entre si pelas vitórias, com Sérgio Gadea, Hector Faubel e Mattia Pasini todos entre os cinco primeiros e com Lukas Pesek da Derbi logo atrás.

Construído em 1931 para receber corridas de motos, mas fechado durante a Segunda Guerra Mundial, o circuito de Donington foi comprado em 1971 por um empresário local e entusiasta do desporto motorizado, Tom Wheatcroft. O traçado foi reaberto em 1977 após grandes melhorias nas boxes, direcção de corrida e centro de imprensa, sendo agora visto como um dos melhores circuitos de Inglaterra. Localizado na bonita região de Castle Donington nas Midlands, o circuito está num anfiteatro natural que oferece excelentes vistas aos fãs. O seu desenho fluído é cortado por uma sequência de curvas lentas e apertadas, obrigando a combinação de pilotagem suave e boa velocidade em curva, além de excelente travagem e fortes acelerações.

Tags:
MotoGP, 2006, GAS BRITISH GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›