Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ducati reunida na corrida da Alemanha

Ducati reunida na corrida da Alemanha

Ducati reunida na corrida da Alemanha

A Ducati Marlboro está pronta para regressar ao alinhamento original de pilotos de 2006 no betandwin.com Motorrad Grande Prémio da Alemanha deste fim-de-semana, com Sete Gibernau a reunir-se com Loris Capirossi depois de quatro semanas de ausência.

O espanhol e o italiano ficaram ambos lesionados no mesmo acidente no GP da Catalunha de 18 de Junho, com Gibernau a fracturar a clavicular e Capirossi a sofrer lesões no peito. Infelizmente, a prova da Catalunha foi a primeira de três jornadas consecutivas e apesar de Capriossi ter conseguido alinhar em todas elas, mas com limitações, a lesão de Gibernau obrigou a operação e várias semanas de recuperação.

Um derradeiro exame medico efectuado ontem deu luz verde a Gibernau para regressar à acção.

Loris Capirossi

"Espero estar a 80 ou 90% para a corrida de Sachsenring. Não creio que será possível estar a 100% porque o médicos disseram-me que preciso de 30 a 35 dias desde o acidente para recuperar totalmente. O problema é que a minha lesão é interna, por isso é impossível trabalhá-la de forma eficaz e não responde bem a terapias de analgésicos. Estou desejoso por conseguir voltar a rodar bem.

"A primeira parte do circuito de Sachsenring é muito apertada e demasiado lenta para uma máquina de MotoGP, penso que é melhor para Karts! Mas a segunda parte da pista, partir da curva seis ou sete e até final, pode ser muito interessante. A curva 12 é particularmente complicada, muito excitante, porque saímos da 11 em terceira, passamos para quarta, depois quinta e atiramos a moto para dentro da curva 12 a mais de 200 km/h. É uma curva cega, depois temos uma descida íngreme e engrenamos a sexta a caminho da curva 13."

Sete Gibernau

"Estou mesmo desejoso por regressar à acção! O ombro está a recuperar bem e tenho estado a trabalhar para estar o melhor preparado possível. Não vi as corridas na TV porque sei que isso me iria fazer ficar mal, mas tenho estado em contacto constante com a equipa. Quero agradecer-lhes, ao hospital Dexeus, especialmente aos Drs. Mir e Ginebreda, e a todos os que me apoiaram porque cuidaram muito bem de mim."

"Sachsenring não é o circuito mais confortável para pilotar com uma lesão na clavícula. É fisicamente exigente porque é estreito e lento, é por isso que as 250cc conseguem tempos similares aos de MotoGP. De qualquer das formas, gosto do traçado e tenho boas memórias dele porque ganhei lá em 2003 e consegui um segundo lugar no ano passado depois de grande corrida. Espero que tudo corra bem desta vez e que o meu ombro não seja grande problema."

Livio Suppo, Director de Projecto da Ducati MotoGP "Estamos mesmo desejosos por termos o Sete e o Loris de novo juntos. Esperamos que o Loris esteja perto dos 100% para esta corrida e que o Sete esteja suficientemente forte para um bom regresso. Tivemos muito azar com os dois pilotos a sofrerem lesões no momento mais atarefado da temporada. Temos de continuar a olhar em frente e trabalhar para os melhores resultados possíveis."

Tags:
MotoGP, 2006, betandwin.com MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›