Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Elias regressa e Melandri ainda a recuperar de lesão

Elias regressa e Melandri ainda a recuperar de lesão

Elias regressa e Melandri ainda a recuperar de lesão

Depois de um brilhante pódio conquistador em Donington Park a 2 de Julho, Marco Melandri chega á Alemanha num bom momento de forma e a recuperar do ponto de vista físico.

Um interregno de uma semana depois de três corridas em fins-de-semana consecutivos deu ao piloto tempo crucial para descansar e recuperar forças mas também para levar a efeito mais testes para recuperar da lesão contraída no aparatoso acidente de Barcelona. Em particular, Marco levou a cabo um programa de recuperação na clínica gerida pelo Doutor Porcellini, o ortopedista que lhe operou a clavícula e o ombro em 2003. Os resultados dos exames mostraram uma fractura na clavícula direita perto do externo. Três semanas após o acidente, Marco está a recuperar já tendo ultrapassado a fase mais crítica mas as dores continuam e o italiano tem de evitar mexer muito o braço direito.

O seu colega de equipa, Toni Elias terá uma abordagem um pouco diferente, ao regressar à competição depois do acidente que sofreu em Assen, em que fracturou o ombro. Depois de ter ficado de fora nas rondas holandesa e britânica, o espanhol ainda tem dores mas tentará regressar à acção com a sua RC211V.

MARCO MELANDRI:

"Foi bom poder voltar ao pódio apenas duas semanas após o acidente. Donington correu bem e estou contente porque Barcelona não me afectou muito – Quero lutar pelas vitórias e esse espírito não me afectou. Agora temos de correr em duas pistas muito interessantes. A dupla Alemanha/EUA será difícil mas espero poder estar no meu melhor. Sachsenring é um circuito muito particular mas de que gosto porque é muito técnico. O set-up da moto tem de ser perfeito nesta pista e no que toca à técnica de pilotagem é importante controlar as acelerações sem se ser muito agressivo.

Esta semana de interregno deu-me tempo para recuperar mas também para saber o porque de ter tantas dores no ombro direito. Os exames que fiz (Raios X, Ressonância Magnética e TAC) mostraram que tenho uma fractura na clavícula direita. Isso explica as dores que senti em Assen e Donington. Já falei com o Doutor Porcellini, o especialista que me operou em 2003, e com o Doutor Costa sobre continuar ou não a fisioterapia. O pior já passou mas devo evitar mexer muito o meu braço direito."

TONI ELIAS:

"Estou contente por volta depois de três semanas em casa. Tem sido um período difícil porque o ombro tem doido bastante. Dói-me de cada vez que mexo o ombro e mal posso descansar convenientemente porque dói-me mesmo quando estou deitado. Tentei recuperar o mais rápido possível com duas sessões de fisioterapia por dia. Quero correr mesmo sabendo que vai ser difícil com as dores. Não sei com o ombro vai reagir num circuito como Sachsenring, que tem muitas esquerdas. Sinto-me motivado – os acidentes e as recuperações fazem-nos sempre mais fortes e é assim que me sinto."

"Sachsenring é uma pista lenta e sinuosa. Ainda sinto os dados resultantes da lesão no ombro. Claro que a série de esquerdas – dez para ser preciso – vai ser um teste à minha condição."

Tags:
MotoGP, 2006, betandwin.com MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Marco Melandri, Toni Elias

Outras actualizações que o podem interessar ›