Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda volta a lutar na frente

Repsol Honda volta a lutar na frente

Repsol Honda volta a lutar na frente

O GP da Alemanha foi mais uma espectacular corrida com os quatro primeiros a cruzarem a linha de meta com uma diferença de apenas 0,307s. Os pilotos da Repsol Honda Nicky Hayden e Dani Pedrosa lutaram na frente ao longo das 30 voltas da corrida, com ambos os pilotos a passarem pela liderança da prova antes de terminarem em terceiro e quarto após grande batalha no quarteto da frente.

Hayden foi mais rápido ao longo de todo o fim-de-semana e parecia que tinha a possibilidade de ganhar até à última curva ao atacar Marco Melandri e o vencedor Valentino Rossi. O norte-americano de 24 anos conta agora com 26 pontos de vantagem na liderança do Campeonato do Mundo numa altura em que se prepara para correr em casa no Grande Prémio de Laguna Seca dentro de uma semana.

Fazendo boa largada da sua quarta pole do ano, Dani Pedrosa liderou na primeira volta e lutou arduamente contra os seus rivais mais experientes ao longo das 30 voltas. Estabeleceu a volta mais rápida – 1m23,355s – à quarta passagem pela linha de meta e garantindo novo tempo recorde de volta, isto além de ter sido forte candidato ao triunfo até à última volta. O sensacional estreante espanhol de 20 anos cruzou a meta a apenas 0,307s do primeiro e está agora em terceiro no Campeonato.

A próxima ronda desta emocionante temporada leva os pilotos ao Grande Prémio dos Estados Unidos que tem lugar no renovado circuito de Laguna Seca a 23 de Julho.

Nicky Hayden
"Foi uma boa luta e gostei muito. Rodámos todos bem e lutámos arduamente e ninguém cedeu um milímetro. Perto do final sabia que os meus rivais iam lutar muito e pensei que tinha boas possibilidades de ir para a frente. Na última volta pensei que o Marco iria por dentro e talvez abrisse a porta no final da descido e era esse o meu plano no final. Não estou totalmente contente com o terceiro posto porque esta é uma boa pista para mim, mas gostei da luta. O outros fizeram um trabalho fantástico e quero agradecer a todos na minha equipa. Apesar de não termos sido suficientemente rápidos à saída das curvas, a moto estava muito boa noutras zonas da pista. Agora estou mesmo desejoso por correr em casa – e estou orgulhoso de ir para Laguna na frente do Campeonato. Vamos mesmo tentar somar mais 25 pontos lá."

Dani Pedrosa
"Foi uma boa corrida entre os quatro pilotos na frente, mas infelizmente terminei no fim do grupo, por isso estou algo desapontado. Fui rápido durante quase toda a volta, excepto na curva a descer perto do final onde estava a perder muito tempo. Tenho de melhorar os meus pontos de ultrapassagem porque tentei muito nesta corrida não ser ultrapassado e passar os outros, mas não foi o suficiente. Creio que fui realmente mais rápido que os outros, contudo não consegui passar para a frente e foi por isso que não mostrei a minha verdadeira velocidade hoje. Ainda assim, a temporada está a correr bem e estou contente com grande parte da minha performance deste fim-de-semana."

Tags:
MotoGP, 2006, betandwin.com MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›