Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi aproxima-se da liderança

Rossi aproxima-se da liderança

Rossi aproxima-se da liderança

Largando de 10º na grelha depois de ter encontrado vários problemas para afinar a sua YZR-M1 durante os treinos, as previsões não eram animadoras para Rossi na sua tentativa de reduzir a desvantagem pontual que tinha para Nicky Hayden (Honda). No entanto, uma vez mais, o Campeão do Mundo, espantou tudo e todos com mais uma demonstração de eficácia e virtuosismo.

Depois de subir um lugar na grelha com a impossibilidade de Casey Stoner (Honda) de participar na corrida devido a lesão, Rossi continuou a mostrar toda a sua capacidade de pilotagem à medida que as voltas iam passando, sendo que logo na primeira volta já havia passado quatro pilotos e assim ficar em contacto com o grupo da frente. Depois de ultrapassar Kenny Roberts (Team KR) e Makoto Tamada (Honda), Rossi começou na perseguição ao grupo onde estavam Hayden, Dani Pedrosa (Honda) e Marco Melandri (Honda) e à volta 13 de um total de 30 já estava na frente. O italiano manteve-se na liderança durante todas as restantes voltas à excepção de uma, quando Melandri fez um dos seus muitos ataques. Depois, Rossi logrou aguentar os ataques dos seus três rivais numa dramática última curva conseguindo a sua quarta vitória da temporada.

Enquanto que Rossi conseguia dar a volta por cima em relação ao mau resultado dos treinos o mesmo não se pode dizer do seu colega de equipa, Colin Edwards, que não conseguiu no warm-up afinar melhor a sua Yamaha e assim quedou-se pelo 11º lugar na corrida.

Valentino Rossi
"Esta foi uma corrida inacreditável para mim e para a minha equipa. A primeira coisa que tenho de dizer é "desculpa" à minha M1 porque ontem à noite foi a única em que cheguei a desconfiar que ela não era capaz! Mas ela foi fiel a mim uma vez mais e por isso devo um tremendo pedido de desculpa ao Jeremy e a todos os meus mecânicos e engenheiros. Ontem à noite não pensava que pudesse vencer a corrida mas fizemos uma alteração no warm-up e durante a corrida a M1 parecia estar a voar. Em algumas partes da pista parecia estar a voar. Também a Michelin fez um excelente trabalho e desde o início me apercebi que poderia vencer. Quando cheguei à frente, vi que poderia ser dois a três décimos mais rápido do que os outros mas isso não era suficiente para poder escapar e tive de aguentar as investidas do Dani, do Nicky e do Marco. O Marco estava muito forte no final, mas felizmente consegui a melhor trajectória naquela última curva e isso permitiu-me vencer. A Itália sagrou-se Campeã do Mundo há algumas semanas e eu venci este fim-de-semana; A Alemanha é um bom país para nós!".

Colin Edwards
"O que posso dizer? Fui muito lento. Toda a gente trabalhou muito para colocar a moto a funcionar na perfeição mas nunca consegui andar ao ritmo dos da frente. Parecia que o Valentino estava na mesma situação mas hoje conseguiu mais um dos seus milagres e há apenas que prestar homenagem ao grande campeão que é. Mudámos algumas coisas no warm-up esta manhã mas não me senti bem e por isso voltámos ao que tínhamos, que sabíamos não ser o ideal. As primeiras voltas correram bem mas tive algumas dificuldades para passar o Toni Elias e quando o consegui já tínhamos perdido algum tempo para os da frente. Daí para frente foi uma luta para manter a moto em pista e pouco mais poderia fazer a não ser tentar chegar ao fim."

Tags:
MotoGP, 2006, betandwin.com MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›