Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Camel Yamaha pronta para desafio transatlântico

Camel Yamaha pronta para desafio transatlântico

Camel Yamaha pronta para desafio transatlântico

Cinco dias apenas após o seu impressionante desempenho em Sachsenring a equipa Camel Yamaha volta à pista desta feita no outro lado do Atlântico, mais concretamente nos EUA. Depois de uma ausência de mais de uma década, o circuito de Laguna Seca perto de Monterei na California é palco pela segunda época consecutiva de uma corrida do Campeonato do Mundo de Motociclismo e representa uma data crucial no desfecho do campeonato para Valentino Rossi e Colin Edwards.

Na temporada passada ambos os pilotos terminaram no pódio, a forma ideal para celebrar o 50º aniversário da Yamaha e uma excelente recompensa para o papel da marca no trazer deste desporto de volta ao continente norte-americano. Desta feita, contudo, nada menos de uma vitória irá satisfazer o italiano e o americano, que têm objectivos bem distintos naquela que será uma das corridas mais importantes do ano.

Para Rossi a 11ª ronda de um total de 17 é mais uma oportunidade de diminuir a desvantagem para o líder da classificação geral, Nicky Hayden (Honda) e dar um golpe psicológico no piloto do Kentucky, que o ano passado fez uso do seu conhecimento da pista da levar de vencida toda a concorrência. Contudo, a muita informação recolhida por Rossi e a sua equipa naquela corrida, assim como as modificações da pista que foram feitas desde então para melhorar a segurança, nivelou as coisas e o actual Campeão do Mundo está confiante que este ano possa levar a melhor.

O objectivo de Edwards é obter a sua primeira vitória em MotoGP depois de ter estado muito próximo no Dutch TT no início desta temporada. O Americano já mostrou tem o que é preciso para vencer e ele nada mais queria do que saborear o prazer o degrau mais alto do pódio no GP do seu país antes rumar ao Japão com o objectivo idêntico nas oito horas de Suzuka.

Valentino Rossi
Na sequência da sua brilhante vitória na Alemanha, Valentino Rossi anseia pelo regresso à Califórnia graças à boa estreia do ano passado no circuito de Laguna Seca. O actual Campeão do Mundo de MotoGP foi o primeiro piloto não Americano a cruzar a linha de meta no primeiro GP dos EUA e este ano conta poder cruzar a bandeira de xadrez sem ninguém à sua frente com o objectivo de somar o mais número de pontos possíveis antes do interregno de Verão.

"Mesmo não conhecendo da pista no ano passado consegui seguir o Nicky durante muitas voltas e depois o Colin, e aprendi muito com eles," explicou Rossi. "No final da corrida estava mais forte tendo mesmo conseguido o meu melhor tempo na derradeira volta pelo que espero que este ano possamos ser mais fortes desde o início e com isso bater os americanos! Tivemos algumas dificuldades com a moto na Alemanha e não temos tempo para fazer grandes alterações antes deste fim-de-semana. De todas as formas, espero que a boa afinação que encontrámos para a corrida e as informações que recolhemos o ano passado sejam suficientes.

"As últimas modificações à pista vão fazer a diferença mas apenas vamos ver quanto quando lá chegarmos. Depois do ano passado, discutimos muitas coisas com a Comissão de Segurança com algumas sugestões para melhorarmos a pista, porque realmente não estava ao nível das restantes do campeonato. É boa para as Superbikes mas nós chegamos às curvas 40 km/h mais rápido, pelo que era necessário fazermos mais algumas alterações, em especial na curva 1. Agora temos de esperar se está efectivamente mais segura este ano."

Colin Edwards
Colin Edwards aborda este segunda GP dos EUA com o enfoque apenas na vitória, apesar dos problemas de afinação que sentiu com a sua YZR-M1 na Alemanha. Depois de terminar em segundo atrás de Nicky Hayden em Laguna no ano passado e de lutar com o piloto da Honda pela vitória em Assen no início da temporada – perdendo o primeiro lugar na derradeira curva da corrida – conceder mais pontos ao seu compatriota e um cenário que o texano não quer ver repetido, num GP em que ambos irão lutar pela vitória.

"Antes de Sachsenring disse que não estava a antever uma vitória em Laguna Seca, agora digo que conto vencer," afirma Edwards, que estará em Los Angeles na terça-feira para participar na parada de motos do MotoGP na Hollywood Boulevard antes de visionar o documentário ‘The Doctor, The Tornado and The Kentucky Kid', em que é protagonista.

"Tivemos problemas na Alemanha mas também tivemos na Catalunha e sete dias depois estávamos a lutar pela vitória em Assen. Parece que a nossa moto funciona bem em alguns circuitos, e como Assen, Laguna vai ser um tiro no escuro. Uma coisa é certa. Vou fazer o que for preciso para lograr a vitória. Se se vier a verificar uma luta entre americanos, o Hayden e eu, sei que posso sair vencedor desta vez. Espero que a moto funcione tão bem como em Assen e se assim acontecer não quero cometer os mesmos erros."

Tags:
MotoGP, 2006, RED BULL U.S. GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›